Nova Oferta Exclusiva:

Até 78% OFF no Seu Novo Site

01

:

05

:

20

:

05

Todos os tópicos
Blog de e-Commerce Design Dicas para Pequenas Empresas Essenciais Ideias de Negócio Inspiração Marketing Novidades do Zyro

Como Criar Conteúdo para Site: 21 Dicas Testadas e Comprovadas (2022)

Dicas para criar conteúdo para sites

Por que é tão importante criar bons conteúdos para seu site ou blog?

Porque, além de ajudar você a construir uma marca sólida, se seu conteúdo tiver SEO aprimorado, ele vai atrair muitos visitantes para as suas páginas.

Mas, para conquistar esses visitantes, você deve saber como criar conteúdo para sites e blogs — e estes são alguns dos pontos mais importantes que você precisa aprender:

  • Conhecer seu público alvo
  • Não deixar a pesquisa de palavras-chave de lado
  • Entender qual a estratégia dos seus concorrentes
  • Sempre ter em mente a intenção dos visitantes
  • Chamar a atenção do leitor sem apelar para o clickbait
  • Criar conteúdos escaneáveis
  • Usar linguagem simples e cotidiana
  • Conversar diretamente com o leitor
  • Ser informativo
  • Não ficar simplesmente anunciando seus produtos
  • Construir seu perfil de backlinks
  • Sempre revisar seus textos
  • Prestar atenção às imagens e elementos visuais
  • Entender como o SEO funciona
  • Sempre atualizar conteúdos antigos

1. Identifique seu público alvo

Para aprender como criar conteúdo de boa qualidade, a primeira coisa que devemos fazer é entender para quem estamos escrevendo.

A verdade é que já existe um volume gigante de conteúdo na internet. Se você quer que o seu texto se destaque, vai precisar falar com o público certo — da maneira certa.

Por exemplo, digamos que você criou um blog sobre finanças e publicou um conteúdo informativo sobre como economizar na manutenção de um carro. Porém, o público do seu blog só interage com conteúdos sobre investimentos e criptomoedas. Isso significaria que essa postagem sobre carros terá uma taxa de rejeição grande e gerará pouco engajamento.

Use ferramentas como o Google Analytics para analisar as características demográficas dos visitantes que passam tempo no seu site. Tente responder a estas perguntas:

  • De onde esses visitantes estão vindo?
  • Qual idioma eles falam?
  • Quais páginas são mais visitadas e por quanto tempo os visitantes permanecem nelas?
  • Que tipo de conteúdo faz mais sucesso?

Quanto melhor você conhecer seu público, mais fácil será escrever conteúdos que chamem a atenção dele.

Se você acaba de fazer um site e ainda não tem dados suficientes para fazer essa análise, crie personas para começar a entender seu público-alvo melhor.

2. Faça brainstorm de ideias e pesquisas de palavras-chave

Palavras escritas em quadro negro, em inglês: pense fora da caixa

Hoje em dia, a produção de conteúdo para sites e blogs é focada na otimização do SEO.

Vamos falar mais sobre SEO mais adiante neste artigo, mas queremos abordar a importância pesquisa de palavras-chave agora — ela é um elemento fundamental para atrair tráfego de qualidade para suas páginas.

Resumindo, as palavras-chave são termos que as pessoas pesquisam no Google quando estão procurando certa informação ou produto.

Seu objetivo deve ser incluir palavras-chave de cauda longa (também chamadas de long tail), como “melhores restaurantes de sushi em Teresina”, ao invés de palavras-chave de cauda curta como “restaurantes de sushi”.

Isso deve ser feito porque as palavras-chave de cauda curta são muito genéricas e porque existem muitos outros sites competindo por elas — ou seja, menos visitantes vão chegar ao seu conteúdo, porque as grandes marcas já estarão dominando os resultados de pesquisas para essas palavras-chave.

Por isso é melhor preferir palavras-chave mais específicas e de cauda longa. Não se esqueça de usar termos que sejam pesquisados muitas vezes no Google — do contrário, todo seu esforço para escrever o conteúdo terá sido perdido, já que ninguém vai encontrá-lo.

Para saber quantas vezes um termo é pesquisado e conhecer quais palavras-chave estão em alta no momento, você pode usar ferramentas como o Google Trends e o Google Keyword Planner.

3. Faça uma pesquisa de concorrentes

Vamos contar um segredo: contanto que você não cometa plágio, se inspirar na concorrência não é pecado.

Por isso, quando for aprender como criar conteúdo para blog e site, não perca seu tempo tentando reinventar a roda. É muito melhor analisar o que seus competidores estão fazendo e se inspirar no que está dando certo para eles.

Nesse tipo de pesquisa, você vai ficar sabendo as características gerais do seu mercado e quem são seus principais concorrentes. Por exemplo, se você é uma loja virtual online de sapatos artesanais, visite a loja dos competidores para ver que tipo de conteúdo eles estão escrevendo sobre moda.

Um ótimo lugar para começar sua pesquisa é o Google. Preste atenção nestes elementos:

  • Que tipo de conteúdo está sendo publicado em cada página do site dos concorrentes? As landing pages são coloridas e têm textos irreverentes, ou elas focam em listar vantagens de forma bem objetiva e direta?
  • Quais tipos de conteúdos longos são usados? No seu nicho de mercado é comum que as empresas tenham blogs para turbinar o SEO?
  • No geral, qual o tom de voz dos textos? Os títulos e textos das landing pages dos concorrentes são agressivos e provocadores, garantindo que a atenção do visitante seja fisgada?

Dica de expert: Não procure apenas os acertos dos seus concorrentes, mas também observe os pontos fracos deles. Os clientes estão publicando comentários dizendo que a seção de FAQ é confusa, ou reclamando do chat bot? Preste bastante atenção a esses elementos para oferecer um conteúdo bem melhor no seu site.

4. Nunca se esqueça do que o visitante está procurando

Tablet mostrando o Google na tela

Quando sabemos como criar conteúdo para site da forma certa, os leitores conseguem encontrar com facilidade muitas informações úteis no texto.

O segredo para criar conteúdo informativo assim é ter sempre o objetivo de sanar uma dúvida específica em cada texto. Essas dúvidas devem ser as mesmas que seus clientes em potencial pesquisam no Google.

Além de melhorar o SEO do seu site, essa estratégia de criação de conteúdo vai tornar seus textos muito mais fáceis de entender.

No geral, a maioria das pesquisas feitas no Google são estão em busca de informações, produtos para comprar ou sites específicos.

Por exemplo, quando o usuário pesquisa o nome de uma marca no Google, isso significa que ele provavelmente já conhece a empresa e os produtos que ela vende. O objetivo dele é simplesmente encontrar o site da marca.

Por outro lado, se o usuário pesquisa “como evitar queimadura de sol”, ele está buscando conteúdos informativos para sanar uma dúvida que tem.

O terceiro tipo de pesquisa é quando o usuário busca por um produto ou serviço específico (muitas vezes usando termos como “comprar”, “barato/barata” e “promoção”). Essas pesquisas são chamadas de transacionais e também incluem buscas sobre inscrições em newsletters, ligações para números de telefone, etc.

O jeito mais fácil de aumentar o número de visitas do seu site é publicando conteúdos que respondam às pesquisas do tipo informacional.

Por isso, quando você for criar conteúdo para blogs e sites, nunca se esqueça de qual informação o usuário está procurando e qual a dúvida que você está tentando sanar naquele texto.

Dê a informação que ele procura logo no início do texto, seguindo o modelo de pirâmide invertida — que sugere que o texto deve começar pela informação mais importante e deixar a menos importante para o final.

5. Fisgue a atenção das pessoas

O mundo dos conteúdos é tão competitivo que, se você não conquistar atenção do público, outro site provavelmente vai fazer isso no seu lugar.

Por isso é tão importante criar títulos chamativos e relevantes para as postagens do seu blog, tomando cuidado para não ser sensacionalista nem apelar para o clickbait.

Você pode usar números e dados estatísticos para fisgar a atenção e convencer o público a clicar no seu conteúdo.

Outra tática comum é falar, logo no título, qual problema seu conteúdo vai solucionar. Porém, você não precisa entregar toda a informação no título — por exemplo, use manchetes como estas:

“15 Dicas Eficientes e Inusitadas para Dormir Melhor no Verão”

Você também pode usar dados estatísticos no título ou dar um passo além e criar suas próprias pesquisas e estudos:

“Estudo Recente Sobre Sono Mostra Como Podemos Dormir Melhor nos Dias Quentes”

Repare nos títulos que chamam a sua atenção no dia a dia e se aprenda com eles.

6. Formate o conteúdo para que ele seja escaneável

Pessoa usando notebook

Você já parou para se perguntar se os textos do seu site são escaneáveis? Em um texto escaneável é muito mais fácil encontrar informações, porque o leitor consegue  “passar o olho” pela página e já entender qual é assunto tratado em cada seção do conteúdo.

Muitos sites e blogs estão tentando atrair a atenção do leitor — então facilite a vida dele ao publicar apenas conteúdos escaneáveis na sua página.

Estas são nossas dicas preferidas para criar textos escaneáveis:

  • Divida seu texto em subtítulos. A maioria das ferramentas de edição de texto oferecem vários tipos de subtítulos (H2, H3, H4 e por aí vai) — e por um bom motivo: eles dão estrutura às páginas do seu site e facilitam muito a leitura dos conteúdos.
  • Use listas e bulletpoints. Ao invés de escrever parágrafos longos, prefira listas em bulletpoints, que aumentam muito a escaneabilidade do texto.
  • Evite frases longas. Os redatores experientes sabem bem: quanto mais curta e mais simples for a estrutura das frases, será mais fácil manter a objetividade. Não arrisque perder a atenção do leitor no meio do texto.

Não se esqueça que grande parte do público brasileiro usa a internet pelo celular. Ciando conteúdos fáceis de escanear, vai evita perder esses visitantes que usam dispositivos móveis.

7. Use palavras do dia a dia

O erro de muitos criadores de conteúdo é tratar os leitores como experts no assunto do texto. Isso faz os conteúdos parecerem mais um trabalho de faculdade que uma postagem de blog.

Os melhores conteúdos são aqueles que não abusam de jargões complexos nem de analogias complicadas. É muito melhor expressar suas ideias usando palavras simples, comuns no dia a dia.

Dessa forma, você não estará excluindo novos leitores que tenham encontrado seu site em uma pesquisa no Google.

Usar palavras e frases fáceis de entender também vai evitar que as pessoas interpretem sua mensagem da forma errada. Por exemplo, um texto ambíguo sobre seus produtos pode gerar desentendimento e até mesmo ser motivo para sofrer processos judiciais.

Ferramentas como o Dicionário de Sinônimos podem ajudar você a encontrar palavras para seus textos.

É muito importante escrever com clareza, mas sem ser condescendente com seu público. Não simplifique o conteúdo nem diminua a qualidade das informações do texto.

8. Estreite a relação com seus leitores

Pessoas dando um aperto de mãos

Seu conteúdo deve sempre estar focado nos leitores — então, por que não ter uma relação mais próxima com esse público?

Você pode estreitar a relação com os leitores falando diretamente com eles nos textos e usando um tom de voz amigável nos conteúdos, evitando a voz passiva.

Por exemplo, repare a diferença entre estas suas frases:

“Usando as ferramentas certas, o web design fica mais fácil.”

“Quando você usa as ferramentas certas (como o Zyro), o web design fica muito mais fácil do que você imagina.”

Quando estiver aprendendo como criar conteúdo para sites e blogs, tenha sempre o objetivo de escrever textos que conversem com o leitor, ao invés de dar uma palestra para ele.

9. Seja o mais informativo possível

No geral, quando criamos conteúdo para a internet, o mais importante é oferecer as informações que o público procura.

Por exemplo, se o público está pesquisando por “melhores mochilas para trilha”, seu conteúdo não deve falar sobre a história da invenção das mochilas, e sim mostrar uma lista com as melhores opções de produto.

Na lista, devem ser mostradas as características de cada produto indicado, explicando o porquê deles serem boas opções para os leitores. 

Também é importante mostrar como as informações do texto podem ser aplicadas no dia a dia.

Considere incluir exemplos reais no texto, porque eles facilitam a compreensão das informações. Simulações e print screens também são ótimas formas de ilustrar o que você quer dizer — só não se esqueça de citar a fonte, caso a imagem tenha sido feita por outra pessoa.

Outra ideia é oferecer um resumo ao final de cada texto ou de cada seção. Assim, os leitores vão se lembrar melhor de quais são as infirmações mais importantes.

10. Não transforme seus conteúdos em meros anúncios

Papel marcado com a palavra "não"

Vamos ficar satisfeitos se você levar este conselho para a vida:

Se você ficar o texto inteiro fazendo propaganda dos seus produtos, o conteúdo vai soar muito agressivo e desinteressante — e público vai sair do seu site por causa disso.

A maioria dos textos do seu site devem ser de topo de funil. Isso significa que o objetivo desses conteúdos é informar, guiar e engajar o público, e não afastá-los com anúncios disfarçados de texto.

Os textos do seu site são o lugar perfeito para conquistar a confiança do público. Ao invés de ficar o tempo todo listando os benefícios dos seus produtos, conte a história da sua marca, mostre o que acontece nos bastidores da empresa e comemore o sucesso dos clientes.

Como criador de conteúdo, experimente organizar seus textos em categorias. Dessa forma, os textos que pertencem à mesma categoria podrão trocar links entre si.

No mundo do SEO, essa estratégia de links é chamada de “siloing”. Resumindo, o siloing ajuda suas páginas e postagens a terem um ranqueamento melhor nos resultados de busca.

Criar esses links internos também ajuda você a reter os visitantes no seu site, porque estará os redirecionando para outros conteúdos seus, ao invés de enviá-los para sites externos.

Mas adicionar links para sites externos não é uma prática ruim. Na verdade, redirecionar o público para outros endereços ajudar os leitores a encontrarem a resposta para suas dúvidas de forma mais eficiente.

Afinal, mesmo que você seja expert e já saiba muito bem como criar conteúdo para sites, não será especialista em todos os assuntos do mundo.

Os melhores redatores são aqueles que publicam textos muito informativos, feitos a partir de muita pesquisa — e adicionam links internos e externos para garantir que o leitor tenha acesso ao máximo de dados possível.

12. Revise o conteúdo do seu site para corrigir erros

Blocos de madeira com letras

Você compraria em uma loja virtual repleta de erros gramaticais? E em uma loja que informa preços diferentes em cada página?

Provavelmente, esse tipo de site deixa você com um pé atrás, o que te faz fechar a página e procurar outro e-commerce.

Gramática e ortografia corretas são cruciais para qualquer site que queira conquistar a confiança dos visitantes. Assim como a formatação do conteúdo e a precisão das informações.

Considere contratar um revisor que possa editar seus conteúdos do seu site antes que eles sejam divulgados para o público.

Plataformas de freelancer como a 99frelas e a Workana podem ajudar você a encontrar revisores. Vale a pena procurar profissionais com experiência em SEO, porque eles saberão melhor quais elementos do texto precisam de melhoria.

Se o seu orçamento estiver apertado, talvez você possa pedir a ajuda de alguns amigos — com algumas horas de trabalho, eles podem ler seus textos e dar feedbacks construtivos.

13. Inclua elementos visuais interessantes nos seus conteúdos

Aprender como criar conteúdo para site vai muito além de estudar técnicas de escrita. Só as palavras não vão atrair tráfego suficiente para suas páginas.

Para atrair a atenção dos visitantes, use também conteúdos multimídia, como fotos, ilustrações, vídeos, gráficos e infográficos.

Afinal, se as imagens falam mais que mil palavras, por que não usá-las como um recurso valioso nos seus conteúdos?

Além de ajudar a manter os leitores engajados, os elementos visuais são mais apropriados para uso nas redes sociais do que os blocos de texto corrido.

Para começar a criar peças gráficas, você pode usar ferramentas gratuitas como o Canva e aproveitar os bancos de imagem Pexels e Unsplash.

Considere criar pele menos estes três tipos de elementos visuais para complementar as informações dos seus textos:

  • Imagens de capa nas postagens do seu blog. A página inicial do seu blog vai ficar com um visual muito mais profissional e convidativo.
  • Imagens para redes sociais. A maioria das redes sociais é focada no conteúdo visual, então crie imagens nos tamanhos certos para cada plataforma.
  • Infográgicos. Em conteúdos que contenham muitos dados estatísticos, é uma ótima ideia incluir infográficos que facilitem a leitura das informações e tornem o texto mais escaneável.

14. Incentive os leitores a realizar uma ação

Todo conteúdo seu deve ter o objetivo de convencer o leitor a realizar uma ação específica.

Essa ação pode ser assinar a newsletter, comprar um produto na sua loja virtual, agendar uma reunião com o consultor, etc. A chamada para que o leitor complete essas ações é conhecida como call-to-action (ou CTA) e deve ser incluída em todos os textos para engajar o visitante e dar suporte à estratégia de marketing do seu site.

Na maioria das vezes, os CTAs são usados em formato de botão que, quando clicados, redirecionam o visitante para outra página, onde a ação poderá ser completada.

Por exemplo, um site de vendas pode criar um banner sobre uma promoção e adicionar o botão de CTA “Ver produtos” ou “Comprar agora”, que redirecionam o visitante para a página de compras.

O CTA deve estar de acorco com o conteúdo onde ele é inserido.

Por exemplo, o CTA usado na landing page de uma agência de consultoria deve incentivar os visitantes a conhecer o portfólio da empresa e agendar uma reunião com a equipe. “Ver portfólio” e “Agendar reunião” são boas ideias de textos para esse tipo de botão de CTA.

Por outro lado, as pop-ups que aparecem quando o visitante está prestes a fechar a página usam outros tipos de texto no CTA. É comum tentar usar a pop-up para coletar o e-mail do usuário antes que ele saia do site (como você vê no exemplo abaixo):

Exemplo de pop-up com CTA
Exemplo de pop-up com CTA que aparece quando o visitante está prestes a fechar a página. Fonte: Tricae

E a posição dos CTAs na página é quase tão importante quanto as palavras que você escolher usar.

Use ferramentas de mapa de calor para saber quais partes das páginas recebem mais atenção dos visitantes do seu site.

Quando você souber quais partes das páginas chamam mais atenção, reformule o design do site para que as informações mais importantes (como os botões de CTA) fiquem posicionadas nessas partes nobres.

Não tenha medo de usar testes A/B para testar a eficácia das mensagens de CTA. Com esse tipo de teste, você saberá que tipo de CTAs convertem mais visitantes em clientes.

15. Tenha o SEO sempre em mente

Notebook mostrando o Google na tela

Já falamos algumas vezes neste artigo sobre a importância do SEO para criar conteúdo de sucesso para sites.

Resumindo, quanto mais relevante seu conteúdo for para o público alvo do seu site, mais rápido o tráfego orgânico de visitantes nas suas páginas vai aumentar.

O objetivo é que, quando as pessoas fizeram uma pesquisa no Google, elas encontrem seu site nos resultados de busca e façam uma compra na sua loja virtual. É assim que seu investimento em criação de conteúdo trará retorno.

Estas são algumas dicas para começar a aprimorar o SEO dos seus textos:

  • Otimize a meta descrição e o meta título de todas as suas páginas
  • Inclua a palavra-chave principal nos textos do seu blog, nas páginas do seu site e em outros textos que for publicar
  • Publique apenas conteúdos de alta qualidade e revisados
  • Comprima os arquivos de imagem e use um layout leve para que o site carregue depressa
  • Adicione alt texts em todas as imagens do seu site
  • Escreva seu conteúdo tendo em mente o leitor humano que vai encontrar seus textos — não pense apenas no algorítimo
  • Acione links tanto para sites externos quanto para outras páginas (ou textos) do seu próprio site

Também vale a pena mencionar que é preciso ter paciência para colher os resultados da sua estratégia de SEO. Você deve pensar no longo prazo.

Mais conteúdos sobre SEO:

16. Sempre volte para atualizar os conteúdos antigos

Assim como tudo que é postado na internet, o conteúdo dos sites fica ultrapassado muito rapidamente.

Se você não for cuidadoso, uma página que há um ano costumava aparecer no topo dos resultados de pesquisa, atualmente pode estar prejudicando seu SEO.

E por isso é tão importante voltar aos conteúdos antigos do seu site ou blog e atualizar o texto, revisando informações para que tudo continue correto e útil para os leitores.

Visitar os conteúdos antigos também é uma ótima forma de acompanhar seu crescimento como redator: talvez você perceba que hoje em dia é bem mais fácil criar títulos melhores e que seus parágrafos são mais diretos e fáceis de entender.

Você pode aprender como criar conteúdo para sites que seja evergreen (que se mantém relevantes por muito mais tempo), mas revisar e atualizar os textos antigos é a melhor forma de garantir que seu blog ou site tenham apenas informações de alta qualidade.

Estes são alguns pontos que merecem a sua atenção quando você estiver revisando conteúdos antigos:

  • Observe o que seus concorrentes estão fazendo. Talvez você tenha publicado uma lista no ano passado dando 10 dicas de hotéis, por exemplo. Naquela época, pode ser que seus concorrentes também publicavam listas com 10 dias, mas hoje em dia os conteúdos tenham sido atualizados para incluir 20 dicas. Se essas atualizações estiverem trazendo bons resultados para seus concorrentes, aplique-as no seu site também.
  • Links. Especialmente se você estiver incluindo links para sites externos no corpo dos seus textos, não se esqueça de sempre conferir se esses links ainda estão funcionando. Nada é pior para o seu SEO do que ter muitos links quebrados no site.
  • Imagens. Atualizar os elementos visuais da postagem pode mudar a aparência e o tom de um conteúdo instantaneamente.
  • Mudança na intenção dos visitantes. Às vezes, a intenção do usuário ao fazer uma pesquisa no Google pode mudar, mesmo que a palavra-chave permaneça a mesma. Por exemplo, no momento da publicação, talvez sua intenção fosse ter um tutorial passo a passo no site, mas a intenção dos visitantes pode ter mudado e agora eles estejam procurando um texto motivacional ao invés de instruções. Mude seu texto para se adaptar a essa nova intenção.

17. Conte histórias

Máquina de escrever com frase "histórias importam"

Nós somos movidos por histórias, então traga narrativas interessantes aos visitantes — e garanta que seu site no geral seja uma própria narrativa coesa.

Lembre-se que você não está escrevendo um relatório de faculdade. Você está tentando criar uma marca e comunicar os valores da sua empresa para o público.

Pense nas campanhas de marketing, anúncios publicitários e sites que você encontra no dia a dia. Preste atenção à forma como eles usam as palavras para descrever os produtos, serviços e valores das marcas.

Existem muitas técnicas de storytelling que você pode usar para manter os leitores interessados na história quando estiver aprendendo como criar conteúdo para blogs e sites. Só não se esqueça que o modo como você escreve vai mudar de acordo com o público alvo da sua página.

Para além das palavras, o design do seu site pode reforçar as histórias que seu conteúdo quer contar.

Veja como a vendedora holandesa de ovos Crazy About Eggs usa o design da página inteira para contar uma história ao leitor.

Página inicial do site Crazy About Eggs
Exemplo de um site que usa storytelling no design e nos textos. Fonte: Crazy About Eggs

Fazendo ótimo uso dos espaços vazios da página inicial, o layout faz o visitante querer continuar rolando para baixo.

No texto em inglês, a marca compartilha os motivos que a faz amar ovos, citando também os benefícios dos produtos da empresa (ovos orgânicos).

No geral, o design (das ilustrações às cores e fontes) dá ótimo suporte à mensagem da companhia. Se você também quiser juntar storytelling e design, considere criar um manual com as diretrizes da marca para garantir que a história contada seja coesa em todos os canais de comunicação.

18. Fique sabendo das estratégias e tendências mais inovadoras

O mundo do conteúdo digital muda rápido. E você precisa se mover no mesmo ritmo para não ficar para trás.

Você deve continuar sendo curioso e interessado em aprender mais sobre marketing de conteúdo. Considere participar de webinars e conferências, se inscrever para receber newsletters relevantes sobre o assunto e fazer cursos virtuais em sites como o Coursera e a Rock Content.

Quanto melhor informado você for sobre as novas técnicas de marketing de conteúdo, mais fácil vai ser implementar novas estratégias para converter seus leitores em clientes.

Você também pode participar de eventos na sua região para conhecer outros profissionais dessa área e fazer networking. Tomar um café com um especialista veterano do marketing digital pode acabar te ensinando táticas que você nunca havia considerado antes.

Além disso, para saber quais aspectos da sua redação precisam ser melhorados, você pode contratar um editor ou revisor experiente que lhe dê feedbacks aprofundados sobre seus textos.

19. Seja criativo na escolha das palavras

Página de dicionário

É importante saber como criar conteúdos que sejam fáceis de ler e de entender. Mas isso não quer dizer que seus textos precisem ser sem-graça.

Para escrever conteúdos que conquistem a atenção dos leitores, o dicionário é seu melhor amigo.

Procure sinônimos para evitar repetição de palavras. Uma ótima ideia é usar sites como o Sinônimos.com, que vão listar opções de acordo com o que você precisar.

Se você estiver escrevendo em inglês, o Grammarly pode ajudar na escolha das palavras que vão deixar seu texto mais fácil de compreender.

Se quiser deixar seu texto mais parecido com a língua falada do que com a língua escrita, você pode brincar um pouco com as regras gramaticais. Mas, sempre tenha cuidado e bons motivos para fazer esse tipo de coisa. Tentar ter uma linguagem informal demais para “se aproximar do leitor” pode acabar dando errado, deixando sua mensagem mais confusa e seus leitores com vergonha alheia.

20. Facilite a navegação do seu site ou blog

A verdade é esta: nem todos os seus visitantes vão encontrar seu site da mesma forma.

Algumas pessoas vão encontrar sua página fazendo uma busca no Google, outras vão chegar ao seu texto clicando em um link nas redes sociais.

É uma boa estratégia usar vários canais para atrair visitantes, mas você sempre deve se lembrar de que essas pessoas estão vindo de fontes diferentes.

E as diferenças entre os visitantes não param por aí. Alguns vão voltar ao seu site para encontrar conteúdos novos, e outros vão simplesmente ler o texto que acharam no Google e não retornar.

Por isso, não se esqueça de facilitar a navegação do seu site para que os leitores possam encontrar outros conteúdos interessantes se quiserem.

Para melhorar a navegação, você pode adicionar navegação estrutural (também conhecida como navegação por migalhas) no seu blog ou usar um menu fixo, que não desapareça quando o visitante rolar a página para baixo.

Não considere que todas as pessoas que visitam seu site já conhecem sua marca ou seus produtos. Aprimore seu discurso para apresentar, de forma natural dentro dos conteúdos, as vantagens das suas mercadorias.

21. Mostre o que seus clientes têm a dizer

Pessoas felizes ao ar livre

Avaliações positivas são cruciais para o sucesso de qualquer empresa online. E não poderia ser diferente.

Mais da metade dos clientes brasileiros consultam avaliações da empresa ou loja antes de finalizarem a compra. Por isso, as avaliações positivas podem levar sua marca longe.

Incluir avaliações no seu próprio site é uma ótima forma de aumentar a credibilidade da sua marca e convencer os indecisos de que sua empresa é confiável.

Além de criar uma página (ou uma seção na página inicial) feita especialmente para mostrar avaliações positivas, você também pode aproveitar para contar as histórias de sucesso dos seus clientes — mostrando como seus produtos ou serviços os ajudaram a crescer.

Esse tipo de conteúdo ajuda a mostrar o valor da sua marca para os clientes em potencial.

Por exemplo, aqui no Zyro acreditamos que o sucesso de nossos clientes é nosso sucesso também. Por isso contamos a história de sucesso deles em nosso blog internacional, inspirando outras pessoas a tirarem suas ideias do papel.

Dica de expert: Existem várias formas de mostrar avaliações no seu site. Em um blog, funciona muito bem exibir avaliações em forma de texto. Nas redes sociais, criar vídeos pode ser uma tática mais apropriada. Se você tem um podcast, dedique um episódio para contar as histórias de sucesso dos seus clientes. Só não se esqueça de pedir permissão dos clientes para usar a mensagem ou a história deles nos seus canais.

Comece a criar conteúdo hoje mesmo

Aprender como criar conteúdo para sites e blogs não precisa ser um bicho de sete cabeças — você só precisa praticar um pouco.

A verdade é que você pode chegar longe investindo no SEO, dando dicas úteis para os leitores e mantenho em mente que seu público são pessoas de verdade e não um algorítimo.

Se feito do jeito certo, o conteúdo do seu site pode ajudar você a vender mais, aprimorar sua estratégia de marketing nas redes sociais e fazer seu negócio crescer.

E então? O que você está esperando para colocar a mão na massa e começar a escrever ótimos conteúdos?

Precisa de ajuda para criar seu site?

Baixe o guia sobre como criar sites modernos e profissionais com o Zyro.

Concordo em receber comunicações de marketing do Zyro. Cancele sua inscrição a qualquer momento.

Escrito por

Avatar do autor

Jeisy Monteiro

Jeisy é dedicada a pesquisar e escrever sobre como pequenos e médios negócios podem crescer na internet de forma sustentável. Ela publica sobre criação de sites, empreendedorismo digital, tecnologia e e-commerce no blog do Zyro. No tempo livre, coleciona cassettes.

Faça parte da conversa

Seu email não será publicado. É obrigatório preencher todos os campos.

Salvar seu nome e email neste navegador.

Precisa de ajuda para criar seu site?

Baixe o guia sobre como criar sites modernos e profissionais com o Zyro.

Concordo em receber comunicações de marketing do Zyro. Cancele sua inscrição a qualquer momento.