Apenas por Tempo Limitado - Economize até 63 %

+ Ganhe domínio GRÁTIS por 1 ano

A oferta termina em:

04 :

14 :

44 :

49

Blog do Zyro

Todos os tópicos
Blog de e-Commerce Design Dicas para Pequenas Empresas Essenciais Ideias de Negócio Insights do Zyro Inspiração Marketing Novidades do Zyro

Saiba Como Criar Uma Newsletter para Impulsionar sua Marca

Como criar uma newsletter para alcançar os objetivos do seu negócio

As newsletters são muito mais que meros textinhos ilustrados – elas podem ser peças importantes na construção do sucesso da sua marca. Precisa saber como criar uma newsletter para usar as vantagens dela a favor da sua empresa? Então continue a leitura.

O mundo do email marketing é vasto e muito variado.

Das mensagens de boas-vindas às notificações sobre produtos abandonados no carrinho, as marcas podem usar várias estratégias para engajar os clientes. E nessa estratégia sempre há espaço para as newsletters.

O que é uma newsletter e por que você deve publicar uma?

Newsletters são boletins enviados por uma empresa ou organização para seus clientes, funcionários e demais interessados. Essas mensagens são enviadas frequentemente.

As newsletters devem ser fáceis de ler e você deve usá-la para contar sobre as últimas novidades da sua instituição.

Essa forma de comunicação existe há muito, muito tempo – antes ela era impressa em papel e entregue aos remetentes. Mas, neste texto, vamos tratar das newsletters enviadas por email, raramente também chamadas de e-newsletters.

Algumas pessoas dizem que enviar newsletters por email é uma forma arcaica e ultrapassada de fazer email marketing. Mas isso não é verdade – veja o porquê:

  • De todos os formatos de conteúdo que existem, as newsletters ainda são a forma mais eficaz de nutrir leads.
  • As pessoas preferem receber conteúdo promocional por email do que por qualquer outro canal (incluindo as redes sociais).
  • As newsletters ajudam a manter seu público engajado e ciente da existência da sua empresa. Elas também podem construir credibilidade para seu negócio.
Homem lendo notícias no tablet ao lado de uma xícara de café

Mas isso não quer dizer que seja impossível errar ao enviar newsletters e emails para os clientes.

As pessoas não costumam manter a atenção por muito tempo – mesmo quem lê muitos livros por mês se distrai lendo um email enorme e entediante.

Seus emails precisam ser chamativos, imersivos e trazer benefícios tanto para você quanto para seus leitores. Além disso, você precisa ter um objetivo em mente quando for criar suas newsletters.

Como as newsletters podem ajudar você a alcançar os objetivos da sua empresa?

Para aprender como criar uma newsletter eficaz, você vai precisar dedicar tempo estudando e testando estratégias. Por isso não vale a pena criar uma news apenas porque elas estão na moda – você precisa de um objetivo claro em mente.

Além de escolher conteúdos e identificar o que seus inscritos querem ler, você precisa pensar sobre a frequência que gostaria de enviar as newsletters. Afinal, elas são uma forma de comunicação recorrente.

Dito isso, as newsletters podem ser uma peça-chave na estratégia de crescimento do seu negócio. Veja algumas ideias que você pode implementar nas newsletters e que vão beneficiar sua empresa:

  • Incentivo para funcionários. Se seus empregados precisam atingir metas de venda, por exemplo, identifique os membros da equipe que tiveram melhor desempenho na semana/mês e dê os parabéns para eles na newsletter. Isso pode gerar incentivo para uma competição saudável entre a equipe.
  • Nutrição de leads B2B. Se sua empresa vende produtos ou serviços para outras empresas, sua newsletter pode abordar novidades sobre sua área de mercado. Isso vai mostrar que seu negócio é especialista no assunto – uma ótima tática para construir sua credibilidade.
  • Criação de expectativa sobre lançamentos. Varejistas podem usar as newsletters para compartilhar novidades e lançamentos de produtos, deixando os leitores animados para a próxima compra.
Papel colado no post com os dizeres "Boas notícias vêm aí", em inglês

Como criar uma newsletter em 7 passos simples

Para criar uma newsletter que consiga engajar seus contatos, aumentar sua taxa de abertura e gerar tráfego para seu site, conheça nosso pequeno guia passo-a-passo abaixo.

E falamos sério quando dizemos que os passos são simples.

Mas, antes que você comece a enviar seus emails, confira se você seguiu todas as etapas. Se feitas do jeito certo, as newsletters podem ser uma das melhores ferramentas que você terá para turbinar suas vendas.

1º passo: Crie uma estratégia

Independente do tamanho da sua empresa (grande, pequena ou micro), você já sabe bem como criar uma estratégia.

Você já criou estratégias para fortalecer sua marca, alcançar seu público-alvo e montar o melhor plano de marketing – agora é hora de criar uma para suas newsletters.

Estas dicas servem tanto para quem já tem um objetivo para a criação das newsletters, quanto para quem ainda está desenvolvendo essa meta.

Vamos começar a entender como criar sua estratégia respondendo a algumas perguntas clássicas: para quem? Qual? Quando? Como?

Pessoa criando estratégia de marketing

Para quem você está enviando as newsletters?

Conhecer seu público desde o início vai te ajudar a escolher qual conteúdo será publicado nas newsletters. Quem receberá os emails? Seus colegas de trabalho? Seus clientes?

Se suas newsletters são enviadas para clientes, filtre sua lista de contatos. Você pode dividir a lista de emails em grupos: por exemplo, separe os clientes em grupos de interesse, com base nas preferências deles por certos tipos de produto. Você também pode criar um grupo só com os contatos dos clientes que não compram na sua loja há muito tempo.

Para enviar newsletters para qualquer um desses grupos, lembre-se que você precisa ter a autorização deles. Não envie spam nem encha a caixa de entrada de pessoas que não se inscreveram para receber suas mensagens.

Se você ainda não tem uma lista de contatos interessados em receber sua newsletter, coloque um pequeno formulário de inscrição do seu site. Para ajudar a personalizar seus emails, peça o nome e data de aniversário dos inscritos.

Qual será o conteúdo da sua newsletter?

Vamos falar sobre os elementos de design mais adiante neste texto. Por enquanto, você deve pensar sobre que tipo de conteúdo quer compartilhar na sua newsletter.

Essa informação vai indicar quais recursos você precisa para publicar bons emails. Por exemplo, se você for publicar textos inteiros na newsletter (spoiler: isso não costuma ser uma boa estratégia), vai precisar de um ótimo editor ou curador de conteúdo.

Estes são outros tipos de conteúdo que você pode usar na sua news: fotos dos bastidores mostrando sua equipe trabalhando para produzir seus produtos, e anúncios sobre as mercadorias ou serviços que você vende.

Quando você vai enviar suas newsletters?

Sua newsletter deve ser enviada com regularidade. Você decide qual será a frequência de envio – semanal, mensal ou trimestral, por exemplo.

A frequência deve fazer sentido para sua estratégia: você precisa ter conteúdo suficiente para compartilhar e os recursos certos para que suas newsletters cheguem aos leiores no tempo certo.

Como suas newsletters vão beneficiar os leitores?

Depois de decidir quem vai receber sua newsletter, vai ser hora de descobrir quais assuntos interessam a essas pessoas. Esses emails podem tratar de uma infinidade de assuntos diferentes, mas é fundamental que eles tragam valor para a vida do leitor.

Se você envia sua newsletters para clientes, pode entregar valor oferecendo cupons de desconto e dando a chance de comprar produtos na pré-venda.

Se a newsletter é enviada para os funcionários da sua empresa, você pode parabenizar empregados que se destacaram ou publicar entrevistas com membros da equipe.

A newsletter pode ajudar sua empresa a turbinar as vendas e o engajamento, mas ela deve levar vantagens para os leitores também – se você quiser que eles continuem abrindo seus emails.

Três pessoas apontando para a tela de um notebook, vistas de cima

2º passo: Crie seu conteúdo

Depois de criar sua estratégia, o próximo passo é pensar que tipo de conteúdo vai transformar suas newsletters em conteúdos indispensáveis para os leitores.

O email marketing é uma estratégia muito versátil, e o conteúdo da sua newsletter pode ser qualquer coisa que sua imaginação consiga criar (contanto que faça sentido para sua marca, seja interessante e fácil de ler).

Abaixo vamos listar exemplos de newsletters (enviadas de empresas para clientes) que combinam ótimo conteúdo e design inteligente para entregar valor para os leitores.

Trello

As newsletters do Trello oferecem conteúdo educativo para os clientes. O objetivo da empresa é permitir que equipes se organizem melhor, então as newsletters também falam sobre organização.

O Trello escolhe focar em apenas um tópico por email e, para chamar a atenção do leitor, usa títulos e subtítulos inspirados no estilo dos blogs. O design da newsletter combina com a aparência do site da marca.

Dividindo o conteúdo em pequenos pedaços, usando ilustrações grandes e botões de CTA, o leitor da newsletter do Trello tem muita facilidade em navegar pelo email.

Também é muito fácil ir para o site do Trello – o usuário só precisa clicar em um dos links da newsletter. Essa facilidade ajuda a gerar tráfego e engajamento, que são exatamente o que a empresa precisa.

Exemplo de newsletter do Trello
Fonte: newsletter do Trello

Trude’s

Para empresas de menor porte, uma newsletter mais pessoal e intimista é uma ótima forma de construir um relacionamento com o cliente. O mercado Trude’s, que fica em Londres, faz ótimo uso dessa estratégia.

Assim como o Trello, eles usam botões de CTA em todas as newsletters para gerar visitas para o site – visitas que, idealmente, vão virar leads.

Mas diferença entre a news da Trude’s e a do Trello é que a primeira tem um tom de voz mais casual, permitindo que os leitores conheçam um pouco mais sobre as pessoas que trabalham por trás da marca.

Se você vai enviar esse tipo de newsletter mais casual, faça como a Trude’s e crie textos pequenos. Pode ser tentador escrever um artigo de três páginas sobre seu trabalho, mas textos grandes não funcionam muito bem em emails.

As news da Trude’s são enviadas com menos frequência, o que é ótimo para pequenos negócios que tenham poucos funcionários. Além do mais, do ponto de vista do leitor, é legal ter uma newsletter que chega quase como uma “surpresa” agradável no inbox.

Exemplo de newsletter do mercado Trude's

Cox & Cox

Sua newsletter não precisa mostrar cenas dos bastidores da sua empresa. Se combinar com o estilo da sua marca, você pode manter o conteúdo e o design da news bem simples e objetivo.

Um formato de newsletter focado em mostrar produtos é ideal para lojas virtuais. Assim elas podem mostrar novas coleções, dicas de estilo que inspirem os leitores e informações úteis para os clientes.

Para gerar leads com mais facilidade, ofereça um cupom de desconto para as pessoas que se inscreverem na sua newsletter.

Como um incentivo extra para os novos inscritos, você pode permitir que os leitores escolham quais tipos de emails querem receber. Assim, eles vão estar no controle do tipo de mensagem que vai parar em suas caixas de entrada.

Exemplo de newsletter da Cox & Cox
Fonte: newsletter da Cox & Cox

3º passo: Monte o design da newsletter

Agora que você já tem sua estratégia e já conhece exemplos de conteúdo bacanas, o próximo passo para aprender como criar uma newsletter de sucesso é construir o template que será usado em todas as edições do seu boletim.

Templates são modelos pré-formatados, que você usa para dar um layout bonito à sua news. Toda vez que você for montar uma nova edição, não vai ser necessário criar o design do zero, apenas colocar o novo texto e imagens dentro do template.

Criar um template vai te mostrar qual a quantidade de conteúdo que será necessária, além de economizar o tempo e esforço que você vai gastar para escrever cada newsletter – afinal, escrever o conteúdo já dá bastante trabalho, então você pode poupar esforço no layout.

Em cada edição da sua newsletter, você vai precisar escrever um assunto chamativo, criar conteúdo interessante e trabalhar para fazer seu número de inscritos crescer.

Por isso, ter um template facilita muito as coisas. Além do mais, usar o mesmo template em todos emails mostra que sua marca é consistente, o que é essencial para newsletters empresariais.

Seu template precisa:

  • Ser escaneável e fácil de ler. Seus leitores provavelmente vão querer escanear sua newsletter ao invés de ler da primeira a última palavra. Por isso, você não precisa criar um template com muito espaço para texto.
  • Conter links clicáveis. Você vai precisar de espaço no template para inserir seus CTAs, especialmente se seu objetivo for transformar os leitores da newsletter em clientes.
  • Ter conteúdo imersivo. Ninguém gosta de uma newsletter cheia de texto. Incentive o engajamento criando um template que tenha espaço para imagens e vídeos.

Templates de newsletter podem ter os mais diversos formatos, então criar um é fácil (e divertido). Veja o que templates eficazes levam em conta:

Identidade de marca

Exemplo da newsletter da Wise
Fonte: newsletter da Wise

As pessoas se inscrevem para receber sua newsletter porque elas querem saber mais sobre sua empresa, então garanta que toda edição tenha um design alinhado com sua identidade de marca.

Pegue elementos de design do seu site e os incorpore no template da sua newsletter. Veja na foto acima como a Wise usa a mesma paleta de cores e ilustrações do site e nos emails.

Os melhores templates são aqueles que têm design consistente. Em todas as newsletters que você enviar, use as mesmas cores, tamanho de texto, fontes e estilos de ilustração.

O que acontece no cabeçalho

Lembre-se disto quando for criar seu template: um estudo mostra que 85% das pessoas leem emails no celular.

O termo “above the fold” se refere à parte de cima da página, aquela que o usuário vê antes de rolar para baixo. Você precisa garantir que o conteúdo que fica nessa parte seja muito chamativo.

Na próxima seção deste texto vamos falar sobre como você pode escrever conteúdo interessante. Mas, antes disso, você precisa criar um template que tenha um cabeçalho (ou “above the fold”) tão bom, que seus leitores vão querer rolar a página e ler o resto.

Botões de CTA

Espaço para um ou dois (ou cinco) botões de CTA não pode faltar em nenhuma newsletter. Afinal, sem eles, como você vai convidar os leitores a comprar, participar ou converter?

Botões de CTA devem exercer um papel importante na sua newsletter: com apenas um clique, seus inscritos serão transportados para seu site ou seus perfis nas redes sociais.

O texto dos botões deve ser curto e chamativo. Você pode usar um tipo diferente de texto em cada botão, ou usar a repetição a seu favor – como faz a Goop:

Exemplo de newsletter da Goop

4º passo: Aperfeiçoe seu conteúdo

Agora que você já sabe como criar sua estratégia e o que incluir no seu template, chegou a hora de montar sua primeira newsletter.

Com as dicas que vamos dar agora, você vai saber como enviar newsletters que vão deixar as campanhas de email marketing dos seus concorrentes comendo poeira.

O assunto dos emails

Todo esse esforço e criatividade que você investiu para criar sua newsletter vão ter sido em vão se você não escrever o assunto do email do jeito certo.

De acordo com os dados coletados pela Mailchimp, nem todo contato vai abrir seu email, mesmo que ele reconheça o nome da sua empresa no campo do remetente.

O assunto do email precisa contar ao leitor exatamente do que se trata o email – ou, pelo menos, chamar a atenção deles para o conteúdo da newsletter.

Assim como os templates, os assuntos dos emails também devem estar alinhados à identidade da sua marca. Por exemplo, se sua empresa tem uma personalidade mais despojada, usando emojis e piadas para se comunicar com clientes, use esse mesmo estilo informal no assunto dos emails.

Ordem dos conteúdos

Para ter sucesso com o email marketing, você precisa levar em conta que muitos dos seus leitores vão escanear sua newsletter ao invés de ler a mensagem inteira. O público provavelmente vai escanear seu conteúdo por cerca de 30 segundos, então coloque as informações mais importantes na parte de cima do email.

Os templates mais eficazed costumam incluir o logo da marca no topo do email. Logo depois, é mostrado o assunto principal da newsletter (que pode ser um anúncio importante ou um cupom de desconto, por exemplo).

Claramente, 100% do conteúdo da sua newsletter deve ser interessante, mas os textos mais densos e links para suas redes sociais devem ser posicionados no fim do email.

Textos bem-escritos

Não deixe que os erros de digitação estraguem sua newsletter. Construir credibilidade no marketing digital já é uma tarefa difícil sem esses erros – imagine com eles.

Se você não leva jeito para o web design, sua empresa contrataria um profissional para tomar conta da aparência da marca, não é verdade? O mesmo vale para a redação de textos. Vale a pena ter alguém que entende do assunto revisando o conteúdo da sua newsletter.

Mas não se esqueça: o texto não precisa ser complicado. A melhor forma de conquistar a atenção dos leitores é usando textos pequenos e fáceis de ler.

Exemplo de newsletter do museu Casa Fiat de Cultura
Fonte: newsletter do museu Casa Fiar de Cultura

A newsletter é o lugar onde você vai avisar os clientes sobre as novidades mais bacanas da sua empresa. Por exemplo, você pode contar a eles sobre a uma nova atualização do site ou sobre a publicação de um novo artigo no seu blog.

Ao invés de inserir textos grandes diretamente na newsletter, use links e botões de CTA para que o leitor vá para seu site ou blog e leia o conteúdo inteiro por lá. Você pode incluir pequenos trechos do texto no email – essa é uma ótima forma de atiçar a curiosidade do público.

Usar links também é uma ótima forma de usar o email marketing a seu favor. Afinal, com os links você estará atraindo tráfego para seu site e convertendo leads – então faça muito uso deles.

Informações de contato

Crie uma seção no fim de cada newsletter onde serão adicionadas suas informações de contato. Essa seção pode ser bem minimalista e sutil, mas ela sempre deve ser fácil de acessar.

Tenha um email de contato separado para receber perguntas dos clientes e insira links para as redes sociais da sua empresa. Também inclua um link onde os leitores possam clicar se quiserem cancelar a inscrição na sua newsletter.

Para gerar mais engajamento, você pode criar um link simples onde os clientes escolherão que tipo de email receberão da sua empresa. Isso derá poder de decisão para os clientes e vai aumentar a satisfação deles com sua empresa.

5º passo: Envie a newsletter

A logística por trás do envio da newsletter não precisa ser complicada. Quando seu conteúdo estiver pronto, a etapa do envio poderá ser concluída até enquanto você dorme.

Isso não quer dizer que você deva pular esse passo do nosso guia – saber como enviar newsletters do jeito certo vai garantir que todo seu esforço nas etapas anteriores não será desperdiçado.

Placa de neon com o dizer "Hello"

Tamanho do email

A largura padrão de um email é de cerca de 550px ou 600px. Antes de enviar, confira se suas newsletters têm um bom tamanho, porque você não sabe em quais dispositivos elas serão visualizadas.

Quanto ao comprimento do email, não existe regra estabelecida – ele precisa fazer sentido para o tipo de conteúdo que você está compartilhando, mas tome cuidado para não criar uma newsletter quilométrica.

Personalização

A personalização é muito importante nas campanhas de email marketing. Para você ter uma ideia, de acordo com a Accenture, 91% dos clientes têm mais chances de comprar de marcas que se lembrem deles e lhes ofereçam recomendações customizadas.

Para a maioria das marcas, o processo de personalização começa no formulário de inscrição da newsletter. Além de perguntar quais tipos de email o cliente quer receber, você pode solicitar dados pessoais (como data de aniversário, primeiro nome e cor favorita) também.

Se você tem uma loja virtual, também existe a oportunidade de usar informações sobre as compras passadas do cliente para personalizar o conteúdo que ele recebe nos emails.

A depender do software que você usar para enviar os emails, vai ser possível atingir diferentes níveis de personalização.

Preocupações legais

Já falamos que você deve inserir um link que permita aos leitores cancelar a inscrição na newsletter – isso é obrigatório. De acordo com algumas leis (como a Lei Geral de Proteção a Dados, LGPD), sua empresa precisa colher a autorização do contato antes de começar a enviar emails para a caixa de entrada dele.

De acordo com a LGPD, os usuários precisam ter a opção de fornecer ou não o endereço de email a você. Permitir que eles escolham quais tipos de emails recebem da sua empresa é melhor ainda.

Testando o navegador

Caixa de entrada do Gmail aberta na tela do notebook

O design da sua newsletter precisa funcionar perfeitamente em todos os principais navegadores e provedores de email – se possível. Nem todo provedor lê código do mesmo jeito.

Pode ser que seu design fique lindo quando aberto no Outlook, mas estranho quando aberto no Gmail. A tática mais simples para testar como suas newsletters ficam em diferentes apps é enviar a news para contas-teste de todos os provedores.

E você não vai precisar criar uma conta de email com cada um deles. Algumas plataformas de email marketing têm ferramentas criadas especialmente para fazer esse tipo de teste – vamos falar sobre essas plataformas mais adiantes neste texto.

Além de conseguir testar se seus designs funcionam bem em todo navegador, essa etapa vai ajudar você a ver se seu conteúdo é apresentado de forma chamativa para o leitor.

Adicionando alt texts

Quando as imagens não carregam, as newsletters perdem uma parte importante do conteúdo. O ideal é que seus emails carreguem rápido para que todo o design apareça na tela do leitor – mas, só para garantir, você deve adicionar descrições alt text às imagens.

Veja se suas newsletters são agradáveis de ler mesmo se forem exibidas em plain text (ou seja, sem nenhuma imagem, apenas como texto corrido). Existem muitos provedores de email no mercado, e provavelmente alguns deles não vão conseguir exibir HTML corretamente.

6º passo: Engajar e reengajar

É hora de focar na sua lista de contatos. A não ser que você tenha uma legião de fãs incondicionais, seu número de inscritos vai subir em alguns momentos e descer em outros. Por isso você deve montar uma estratégia para continuar atraindo novos contatos.

Existem muitas formas de conquistar novos leitores, especialmente se esses leitores forem seus clientes. Estas são algumas ideias que você pode implementar:

No seu site

Coloque um formulário de contato no seu site – ele precisa estar visível em todas as páginas. Quanto ao design do formulário, quanto mais simples, melhor.

Tudo que você precisa fazer é incluir um campo onde os usuários possam escrever seus endereços de email e, ao lado, colocar um botão de CTA que diga “Inscreva-se” ou “Junte-se a nós”.

Para mostrar aos usuários o que sua newsletter pode oferecer, adicione uma frase explicativa ou uma pequena lista de vantagens.

No momento da finalização da compra

O trabalho não para quando conseguimos converter leads em clientes. Afinal, aí está uma ótima chance de manter novos fregueses engajados – e você pode fazer isso com sua newsletter.

Crie uma enquete na página de finalização de compra perguntando se o cliente deseja receber emails de marketing da sua empresa.

Vale a pena dar um pequeno incentivo, como um cupom de desconto para a próxima compra. O cliente vai se sentir valorizado e você terá mais um contato na sua lista de inscritos.

Em uma notificação pop-up

Pop-up de inscrição na newsletter do site 360Meridianos
Fonte: Notificação pop-up no site 360Meridianos

Com uma notificação pop-up, você pode convidar aqueles visitantes casuais a se inscreverem na sua newsletter também. Algumas empresas pesam a mão e acabam exagerando no uso das janelas pop-up, então tenha cuidado para não ser muito intrusivo.

E não se esqueça de incluir o campo de email dentro da própria janela da pop-up, assim você evita que o visitante precise ir para outra página para conseguir se inscrever. Quanto mais fácil para o usuário, melhor.

Nas redes sociais

Atrair seguidores das redes sociais para sua newsletter é uma estratégia inteligente. Eles já gostam do seu conteúdo, então é natural que você sugira sua news para eles.

Compartilhe amostras do conteúdo da newsletter nas redes sociais, ou use um link na bio para redirecionar os seguidores para a página de inscrição.

Você pode até mostrar destaques das newsletters nos seus stories – só não esqueça de fornecer o link de inscrição também.

Nas campanhas de email marketing

Enviar um email falando sobre outro email – parece até exagero. Mas você pode ter contatos que recebem suas mensagens de marketing no inbox, mas ainda não são inscritos para receber as newsletters.

Se você tem clientes ou usuários que se comunicam com você via email, mas escolheram não receber a newsletter, ofereça outra oportunidade de inscrição a eles.

Veja como fazer isso: nas campanhas de email marketing, insira uma única linha de texto sugerindo que os leitores se inscrevam na newsletter para receber descontos exclusivos, ficar sabendo das novidades e receber outros benefícios.

7º passo: Analise e otimize

Pessoas fazendo anotações no papel e olhando para telas de notebook

Nesta etapa, você já sabe muito sobre como criar uma newsletter. Já criou sua estratégia, seu template e testou como seu design se comporta nos diferentes provedores de email.

Agora, o próximo passo é evitar cair na zona de conforto e focar na análise do desempenho do seu email marketing.

Sabemos que você acabou de criar sua newsletter, mas é importante já começar a pensar sobre como seus emails vão evoluir com o tempo.

Veja como garantir que seu conteúdo continue relevante e seus leitores permaneçam engajados:

Ferramentas de análise de dados

Escolha as ferramentas de análise de dados já no começo da sua campanha de email marketing. O objetivo é ter acesso a informações quantitativas que mostrem se sua newsletter está funcionando como o esperado.

As métricas principais que você deve acompanhar são: taxa de abertura de emails, taxas de clique e número de cancelamentos de inscrição.

Checando essas métricas em todas as campanhas de email marketing, você ganhará muitos insights sobre a forma como as pessoas recebem e respondem ao conteúdo da sua newsletter.

Descobrir que os leitores não estão tão interessandos assim na sua newsletter é decepcionante, mas esse tipo de informação vai ajudar você a melhorar seu conteúdo e estratégia – valendo muito a pena no longo prazo.

Teste A/B

Se você vai acompanhar métricas como a taxa de abretura de emails, experimente criar testes A/B. Esse teste funciona assim: você envia diferentes versões da newsletter, uma para cada grupo de contatos, e vê qual delas tem melhor desempenho.

Você pode criar versões com diferentes assuntos, números de CTAs e até mesmo com conteúdos totalmente distintos.

Se sua lista de contatos for grande, você pode experimentar bastante fazendo testes A/B com uma pequena parte dos seus inscritos. Algumas ferramentas de email marketing facilitam muito o envio e análise desse tipo de teste.

Marketing gota a gota

Planner semanal em branco

Ao invés de enviar a newsletter na mesma data para todos os inscritos, você pode automatizar seus emails para que os novos contatos recebam news pré-programadas em datas específicas.

Dessa forma, se sua newsletter for enviada todo dia 1º e alguém se inscrever lá pelo dia 10, essa pessoa vai receber a última edição da sua news imediatamente, ao invés de ter que esperar por 20 dias pelo primeiro email.

Você também pode configurar uma ferramenta de marketing gota a gota (também conhecidas como ferramentas de drop marketing) para que ela envie curtas mensagens para o leitor, o incentivando a seguir as redes sociais da sua empresa enquanto espera pela próxima newsletter.

Monitore o desempenho e a eficácia das campanhas de marketing gota a gota, analisando se elas trazem resultados melhores ou piores que sua estratégia padrão de email marketing.

Feedback dos leitores

Ferramentas que analisam dados ou respondem automaticamente são ótimas, mas não se esqueça de acompanhar a opinião das pessoas reais que leem suas newsletters.

Sabemos que não é muito fácil lidar com críticas, mas pedir feedback para o público é uma das melhores escolhas que sua empresa pode fazer.

Essa tática funciona tanto quando seu público são clientes da sua empresa, quanto se os leitores forem seus funcionários. Pergunte sobre o que eles gostariam de ler e ver na sua newsletter.

Além disso, você pode adicionar uma pequena coluna na newsletter que seja escrita ou ilustrada por um leitor diferente em cada edição – essa estratégia vai levar seu engajamento para o próximo nível.

5 ferramentas que vão ajudar você a criar sua newsletter

Ah, a tecnologia! Existem muitas ferramentas no mercado que podem ajudar você a enviar newsletter.

Se você quer ter suporte de ponta a ponta, é possível integrar uma plataforma de marketing ao seu criador de sites – fácil assim.

Precisa apenas de um app para criar designs e ilustrações para sua news? Existem ferramentas e sites que deixam voce arrastar e soltar elementos visuais na página até não poder mais.

Veja o que uma ferramenta de email marketing deve ter:

  • Funcionalidades que ajudem você a aprimorar seus emails, como testes A/B, otimização de tempo de envio e ferramentas de análise de comportamento.
  • Templates customizáveis e editores fáceis de usar, para que você personalize as newsletters de acordo com sua identidade de marca.
  • Suporte para uma lista de contatos do tamanho da sua. Sua ferramenta de email marketing deve oferecer um plano que seja compatível com o tamanho da sua empresa e das suas campanhas de marketing.
Gráfico com dados de marketing

Agora que você já sabe como criar uma newsletter, conheça estas 5 ferramentas que podem te ajudar a otimizar ainda mais o processo:

1. Zyro: Construtor de sites com centenas de templates, que você pode editar arrastando e soltando elementos nas páginas e oferece suporte para SEO, ferramentas com inteligência artificial e integrações de marketing que vão impulsionar a visibilidade da sua empresa. Se você tiver uma loja virtual com o Zyro, vai poder integrar ferramentas como o Mailchimp e enviar newsletters como um expert.

2. Mailchimp: uma das ferramentas de email marketing mais completas do mercado. Você terá como enviar newsletters pagando R$0 por mês. O plano Standard, que custa R$85 mensais, dá acesso a recursos como o construtor de jornada do cliente e a segmentação de contatos a partir do comportamento deles.

3. Canva: esse software fácil de usar coloca o design gráfico ao acesso de todos. Para criar templates de newsletter personalizados, o plano custa a partir de R$34,90 por mês. O site também oferece alguns templates prontos e gratuitos.

4. Sendpulse: a ferramenta permite o envio de newsletters e emails transacionais, com muitos recursos de automatização de marketing. Com o plano gratuito todas as newsletters enviadas contém um anúncio do Sendpulse embutido.

5. Sendinblue: outra ferramenta completa de email marketing, o Sendinblue oferece muitos recursos para construção de lista de contatos e envio de newsletters. Além do plano gratuito, há também pacotes pagos para empresas de diferentes tamanhos.

Como enviar newsletters eficazes?

Exemplo de newsletter do iFood
Fonte: newsletter do iFood

Vamos recapitular – para criar uma newsletter eficaz, lucrativa e engajadora, estas devem ser suas prioridades:

  • Conhecer seu público. Confira se você está realmente entregando conteúdo que o público gosta – e nunca pare de conferir.
  • Manter a newsletter consistente com sua marca. É essencial que os designs e as mensagens combinem com a identidade geral da sua empresa.
  • Oferecer benefícios ao leitor. As pessoas leem newsletters quando percebem que elas trazem vantagens para suas vidas. Por isso, todas as edições da sua news precisam ser interessantes.

Escrito por

Avatar do autor

Jeisy Monteiro

Jeisy é dedicada a pesquisar e escrever sobre como pequenos e médios negócios podem crescer na internet de forma sustentável. Ela publica sobre criação de sites, empreendedorismo digital, tecnologia e e-commerce no blog do Zyro. No tempo livre, coleciona cassettes.

Faça parte da conversa

Seu email não será publicado. É obrigatório preencher todos os campos.