Oferta da Cyber Week: Até 86 % OFF

04

:

06

:

46

:

16

Blog do Zyro

Todos os tópicos
Blog de e-Commerce Design Dicas para Pequenas Empresas Essenciais Ideias de Negócio Insights do Zyro Inspiração Marketing Novidades do Zyro

22 Ideias de Negócios Online Muito Lucrativas

Mulher criando podcast sobre Web Design

Você está a procura de ideias de negócios online que não exijam investimento inicial muito alto, sejam de risco relativamente baixo e que possam ser colocadas em prática em pouco tempo?

Não podemos prometer que ter seu próprio negócio vai ser a coisa mais fácil do mundo, mas podemos te dar algumas ideias de negócios online que têm boas chances de serem bem-sucedidas.

Apesar de vir com suas pressões e obstáculos, a internet é muito versátil e permite que você experimente inúmeros empreendimentos.

A questão é simplesmente encontrar o caminho certo para você.

Quando for começar um novo empreendimento na internet, você precisa colocar em consideração quais são os seus interesses e habilidades, qual a demanda do mercado, seu orçamento e quanto tempo você terá para se dedicar ao negócio.

Se você precisar de inspiração para começar seu negócio, é só dar uma olhadinha nas ideias que listamos abaixo.

Vamos falar de 22 ótimas ideias de negócios online, divididas em 5 seções: Solte a criatividade, Venda coisas, Venda suas habilidades, Mergulhe na Tecnologia e Venda sua personalidade.

É só escolher a seção que você acredita mais combinar com suas habilidades. Depois, confira quais são as ideias de negócios que se encaixam na categoria.

Solte a criatividade

Empreendimentos na internet não precisam ser caretas o tempo todo.

Se você tem uma paixão, ela pode ser transformada em carreira através do empreendedorismo online.

Por isso, este primeiro grupo de ideias de negócios online vai focar em mostrar as formas de transformar sua criatividade em fonte de renda.

1. Crie (e monetize) um blog

Notebook para atualizar conteúdo

Ganhar dinheiro escrevendo é possível, é só ver o que o Nomadic Matt, Nerd Fitness, Lifehacker, e até o Huffington Post, estão fazendo.

O mercado de blogs está bastante saturado, mas por bons motivos. Existem várias formas de monetizar um blog ou site, desde exibir anúncios com o Google Ads e vender produtos personalizados, até vender posts patrocinados.

Apesar disso, ganhar uma renda significativa com blog exige muita dedicação e trabalho duro. O segredo é manter a consistência e a qualidade do conteúdo, além da frequência de posts.

Postar conteúdo ótimo com consistência e boa frequência vai mostrar para o público que você está dedicado a manter o blog – mas também vai melhorar seu SEO.

Você precisa criar um calendário de postagens que consiga manter. Descubra também o estilo de escrita e tom de voz que representem seu blog.

Com o construtor de sites Zyro, você pode criar o blog dos seus sonhos em questão de minutos. A ferramenta é grátis e repleta de templates maravilhosos, é fácil de usar e – o mais importante – tem SEO aprimorado.

2. Escreva um e-book

página de publicações diretas do kindle

Escrever e-books, além de ser uma ótima forma de se estabelecer como autoridade em determinado assunto, também é uma das melhores ideias de negócios online.

Os e-books têm o potencial de serem descobertos pelo grande público, já que não existem muitas limitações físicas para a circulação deles. Em outras palavras, seus leitores não vão precisar ir à livraria para conseguir ler seu livro.

Existem plataformas que permitem a autopublicação gratuita de livros. Por outro lado, também existem plataformas que cobram uma porcentagem sobre as vendas do seu livro.

Não sabe como começar a escrever seu e-book? Dê uma olhada nestas dicas:

  1. Crie um conceito original. Escolha o assunto sobre o qual você quer escrever. Se ganhar dinheiro seu maior objetivo, talvez seja interessante pesquisar quais são as tendências e assuntos mais procurados no momento. Isso vai aumentar suas chances de vender seu trabalho.
  2. Determine um plano e um prazo. Depois que você tiver encontrado um assunto sobre o qual escrever, crie uma lista com tudo que você quer abordar e determine um prazo para finalizar o livro. Dedique pelo menos alguns minutos por dia para trabalhar no e-book e dê continuidade mesmo quando você não tiver inspirado.
  3. Revise, edite e formate. Quando seu e-book já estiver escrito, a última tarefa será dar os toques finais e polir seu trabalho. Faça a revisão e diagramação do seu livro com muito cuidado e atenção e garanta que tudo esteja perfeito antes de publicar.

3. Venda fotos

homem jovem tirando fotos

Se você é fotógrafo, pode vender suas fotos na internet através da venda de licenças, via bancos de imagem, ou criando seus próprios pacotes de imagens para vender no seu site.

Você pode lucrar com vários tipos de foto, como as fotos típicas de banco de imagem, fotos comerciais, fotografias de comida ou de viagem.

Vender fotos na internet tem um ótimo custo-benefício. Assim como outros negócios online, a internet faz com que a venda de fotografias seja um empreendimento relativamente barato.

Além do mais, essa é uma ideia de negócio conveniente. Seus clientes podem conhecer e comprar seus trabalhos de forma fácil e ágil. Você terá a vantagem de poder atrair público de vários mercados diferentes.

A internet é muito dependente de material visual, então sempre haverá um mercado precisando das suas fotos.

Venda coisas

Ter uma loja virtual custa muito menos do que manter uma loja física, porque você não terá que pagar aluguel nem as contas referentes a uma sala comercial.

Você pode alcançar um público maior se utilizar práticas de SEO e desenvolver sua marca com técnicas de branding. Afinal de contas, 87% dos consumidores começam o processo de compra fazendo pesquisas online.

4. Venda cursos online

pessoa sentada à mesa escrevendo no notebook

A Research e Market projeta que o mercado de educação online vão crescer muito e valer 325 bilhões de dólares em 2025.

Um curso online bem-sucedido pode gerar mais de 75 mil dólares, de acordo com a plataforma Teachable. Além disso, investir nesse mercado vai incentivar você a aprimorar seu conhecimento e habilidades, e ajudar você a se estabelecer como uma autoridade na sua área.

Para conquistar tudo isso, primeiro você deve determinar quais são os problemas que seus futuros alunos estão enfrentando e como você pode usar seus conhecimentos para ajudá-los.

  • Crie uma pesquisa.Se você já tem uma lista de emails com contatos ou seguidores nas redes sociais, você pode pedir que seu público responda a um formulário sobre os assuntos que teriam interesse em aprender.
  • Meça o interesse do público. Para fazer isso, você pode usar ferramentas de análise de dados como o Buzzsumo ou o Ahrefs para ficar sabendo quais os assuntos mais procurados pelas pessoas na internet.
  • Valide sua ideia. Assim que você tiver encontrado um nicho promissor, teste seus produto para ver como o público reage a ele.
  • Evite que o curso seja maçante. Evite alavanches de informação durante as aulas. Crie cursos que sigam uma ordem lógica entre uma lição e outra, e explique um conceito poe vez, ao invés de despejar tudo de uma vez sobre os alunos.

Depois, tudo que você precisa fazer é criar um site onde seu curso será hospedado, faxer com que suas páginas sejam atrativas e divulgar seu curso online para seu público-alvo. Depois você vai poder assistir o número de alunos crescer.

5. Venda produtos feitos com impressora 3D

produtos de impressora 3D e notebook

Há apenas algunas anos, a tecnologia das impressoras 3D só estava a disposição das grandes empresas e de alguns geeks com tempo e dinheiro de sobra.

Mas, hoje, existem impressoras 3D muito mais baratas no mercado, e elas usam um software simplificado, que também está disponível para pessoas comuns.

Já que o mercado das impressões 3D tem previsão de valer 35 bilhões de dólares até o fim da próxima década, esse nicho parece muito promissor.

Com a diminuição dos custos do aparelho e da produção das peças, a margem de lucro nesse mercado está aumentando.

Dentro do nicho das impressões 3D, você pode explorar as seguintes ideias de negócios online:

  • Vender artesanatos que você mesmo cria
  • Imprimir designs criados pelos clientes
  • Criar peças sob medida para especialistas
  • Imprimir retratos em 3D de clientes, pets ou objetos

6. Experimente fazer dropshipping

detalhe homem com camiseta branca

Se você tem vontade de criar seu próprio e-commerce, mas não quer gastar fortunas alugando um galpão para armazenar seu estoque, você vai amar conhecer o método dropshipping.

Ao invés de absorver os custos de comprar e armazenar produtos antes de vender, o dropshipping permite que você faça a venda e peça para que o fornecedor envie o produto direto para a casa do cliente.

Na maioria dos casos, você nunca terá que lidar diretamente com os produtos.

O dropshipping pode ser feito para vender praticamente qualquer tipo de produto. Por isso, se você encontrar um mercado com demanda, encontre um fornecedor que possa fazer uma parceria de dropshipping com sua empresa.

Estes são os passos para começar a fazer dropshipping, bem simples:

  1. Escolher seu produto (ou produtos)
  2. Fazer parceria com um fornecedor
  3. Montar sua loja virtual
  4. Divulgar sua loja para o público-alvo
  5. Fazer vendas que serão enviadas pelo fornecedor diretamente para a casa do cliente

7. Venda produtos feitos à mão

Cerâmicas e vasos sendo feitos feitos à mão por uma pessoa

Essa é uma daquelas ideias de negócios online que unem criatividade e e-commerce.

Você tem talento para costurar camisetas ou vestidos? Suas pinturas são incríveis? Você faz o melhor bolo do mundo?

Enquanto as grandes empresas vendem produtos produzidos em larga escala, existe um mercado enorme para produtos artesanais, feitos à mão.

Plataformas como o Etsy e o brasileiro Elo7 popularizaram a ideia de vender produtos artesanais na internet, mas não existe nada impedindo que você crie sua própria loja virtual para vender suas criações.

Por exemplo, entrevistamos os criadores da Lapsa, uma empresa internacional que produz bolsas artesanais e eco-friendly. Eles começaram a vender pelo Etsy, mas logo quiseram estar no controle de todo processo e criaram uma loja virtual própria.

O processo para começar a vender produtos feitos à mão é o mesmo dos outros tipos de produtos. A diferença é que, no caso dos produtos artesanais, você terá que investir mais tempo para criar o produto – antes de colocá-los à venda ou depois que o cliente encomendar.

Esse tipo de negócio depende totalmente de que os produtos sejam de altíssima qualidade e produzidos de forma ética para que as pessoas optem pelos produtos artesanais ao invés das mercadorias industrializadas.

8. Venda ilustrações impressas e camisetas estampadas

Ecobag Estampada

Sim, já sabemos: existem literalmente milhares de pessoas vendendo produtos e camisetas estampadas na internet – existe um bom motivo para isso.

Essa é uma daquelas ideias de negócios online que nunca saem de moda e sempre têm demanda. E, se você criar uma estampa de sucesso, ela pode se tornar uma ótima fonte de renda.

Camisetas, ecobags e canecas não costumam ser produtos premium – mas os clientes estão muito mais propensos a comprar esses itens se eles tiverem um design bacana.

Esse tipo de produto pode ser comprado pela própria pessoa, ser dado de presente e até mesmo ser comprado em grandes quantidades para ser revendido… As oportunidades são ilimitadas.

Para entrar nesse mercado, você pode começar criando algumas estampas ou permitir que seus clientes encomendem produtos estampados com designs que eles mesmos criaram. Outra opção é contratar um freelancer para criar estampas e designs para você.

Se você não estiver preparado para investir muito dinheiro comprando materiais, não se preocupe. Existem muitos fornecedores que podem estampar os itens sob demanda e, muitas vezes, também vão enviar os produtos diretamente para os seus clientes.

Venda suas habilidades

Produtos não são a única coisa que você pode vender na internet. Vender serviços também é uma das ideias de negócios online que você pode começar com pouco dinheiro.

Uma das maiores vantagens de vender suas habilidades e conhecimentos como serviços é que tudo que você vai precisar é de um computador e internet – você vai poder trabalhar de qualquer lugar do mundo, quando você quiser.

Você pode usar essa liberdade para viajar ou simplesmente ficar em casa e curtir um bom equilíbrio entre sua vida pessoal e a profissional.

Infelizmente, diferente de outras ideias desta lista, não é tão fácil assim estabelecer uma fonte de renda passiva quando você vende suas habilidades. Você terá que dedicar horas de trabalho em troca do dinheiro.

9. Torne-se um designer gráfico

pessoa escrevendo

Se você leva jeito para o design e sabe usar o Photoshop ou outro software de edição, há uma boa chance de que você se dê bem criando um negócio na área do Design Gráfico.

Todo mundo que frequenta a internet já percebeu que ela depende muito de elementos visuais. As empresas estão sempre precisando de designers para criar logos, banners e outros elementos visuais para seus sites.

Mas é claro: para se tornar um designer, você vai precisar estudar um pouco. Além de conhecer o Photoshop, o Illustrator e o Dreamweaver, você também pode procurar entender como HTML, Javascript e CSS funcionam.

A maioria dos designers gráficos usam muito as redes sociais para conseguir novos clientes, mas eles também costumam criar sites de portfólio lindos para atrair novos trabalhos.

10. Venda seus conhecimentos sobre SEO e marketing digital

bloquinhos soletrando SEO

Você sabe sobre SEO e PPC, e conhece os segredos para dobrar o tráfego de um site em questão de dias? Bom, empresas e indivíduos precisam muito dos seus conhecimentos para aprimorar suas estratégias de marketing digital.

A otimização para buscadores (SEO) é a chave para o sucesso da maioria das empresas que operam na internet. Conhecimento em áreas do marketing como pay-per-click (PPC), marketing de conteúdo ou email marketing sempre têm alta demanda.

Se você tiver conhecimento ou experiência na área, vai ser mais fácil divulgar seus serviços para quem quiser contratar.

Esses conhecimentos também são úteis para alavancar praticamente todas as ideias de negócios online desta lista – além de serem especialmente úteis para áreas como o marketing de afiliados.

Por isso, conhecer as técnicas de marketing digital e SEO é muito útil, não importa qual tipo de pequena empresa você quer começar.

11. Gerencie as redes sociais de outras pessoas

rede social Facebook na tela do computador

Vamos te contar um segredo: a maioria das celebridades – e muitas das empresas – não gerenciam suas próprias redes sociais diretamente.

Por não terem o tempo ou o conhecimento necessários para alcançar o sucesso nas redes, muita gente quer contratar pessoas que saibam o que estão fazendo para postar no Twitter, Facebook e Instagram no lugar delas.

Mas saiba que gerenciar redes sociais não é simplesmente postar fotos bonitas de comida. Essa atividade requer pensamento estratégico, habilidade com fotografia e conhecimento em copywriting também.

Esse parece ser o trabalho perfeito para você? Então você pode começar a ganhar dinheiro com ele de forma relativamente fácil.

Em primeiro lugar, suas próprias redes sociais devem ser impecáveis. Depois, crie um site profissional e comece a entrar em contato com pessoas que possam estar interessadas nos seus serviços.

12. Seja um tradutor

Criança escrevendo em várias línguas num quadro

Você fala duas ou mais línguas fluentemente? Hoje é seu dia de sorte.

Por que não usar esse conhecimento a seu favor e ganhar dinheiro fazendo traduções?

O Google Tradutor ainda não consegue fazer o trabalho todo, então as empresas estão procurando pessoas que podem ajudar na comunicação em línguas diferentes.

Existem formas diferentes de usar seus conhecimentos para ganhar dinheiro na internet:

  • Tradução simultânea. Isso pode envolver participar de reuniões no Zoom, traduzindo as falas dos participantes em tempo real. Você vai conectar pessoas que não falam nenhuma língua em comum, traduzindo as falas de ambas as partes para um idioma que elas conheçam.
  • Trdução de textos. Você traduz um pedaço de texto para outra língua.
  • Localização. Esse tipo de tradução envolve olhar para os sites e canais da empresa que te contratou, mudando todos os elementos necessários para facilitar o entendimento de pessoas de outro país/que falam outra língua.

13. Torne-se um redator copywriter

Se você gosta de escrever mas não quer ter o trabalho de gerenciar seu próprio blog, vale a pena conhecer o copywriting.

O copywriting é, de forma geral, o ato de fazer redação publicitária para uma empresa ou indivíduo. Na maioria das vezes, ele inclui também um dos principais objetivos do marketing de conteúdo, que é informar o leitor.

Independente do contexto, o copywriting engloba trabalhar com conteúdo escrito – algo que está em alta demanda. Enquanto as pessoas se comunicarem via escrita, sempre haverá trabalho para os copywriters.

Você pode escrever conteúdo para blogs, emails, relatórios, whitepapers, legendas para redes sociais e, é claro, textos para publicidade.

Outras vantagens do trabalho de redator copywriter incluem a flexibilidade de horários, as oportunidades de aprender coisas novas, a chance de ser criativo e – o mais importante – que todo mundo pode aprender e trabalhar como copy.

14. Seja um assistente virtual

Um assistente virtual trabalha como freelancer e oferece, a distância, serviços para empresas e indivíduos.

Os assistentes virtuais são procurados por empresas porque assim (de acordo com a empresa australiana OutsourceWorkers) elas conseguem economizar até 78% em custos operacionais.

Ter um assistente virtual é mais barato que contratar um empregado em tempo integral, já que os freelancers são pagos apenas pelas horas que trabalharem. Além disso, já que os freelancers trabalham por contrato, eles só são contratados quando existe demanda dentro da empresa.

Geralmente, os assistentes virtuais já têm experiência trabalhando na secretaria de alguma empresa. Mesmo assim, é possível começar a trabalhar nessa área mesmo sem ter experiência.

Se você se dá bem com as tecnologias, sabe cumprir as tarefas administrativas mais básicas (como usar ferramentas para digitar e editar textos no computador) e conhece um pouco sobre marketing e design gráfico, você pode se candidatar para o trabalho como assistente virtual.

De acordo com o Statista, em 2018 os contratos entre empresas e assistentes virtuais somaram 85,6 bilhões de dólares. A taxa de crescimento anual está prevista para ser de 4,4% entre 2018 e 2022.

Mergulhe na Tecnologia

Mesmo que não seja uma área que atraia a todos, mergulhar de cabeça no mercado da tecnologia é a ideia perfeita para quem sabe programar ou conhece um pouco de web design.

Talvez você tenha uma ótima ideia para criar o próximo grande app. Ou talvez você simplesmente queira criar versões melhores de produtos que já existem.

Em qualquer um dos casos, existem várias formas que seu conhecimento em Tecnologia pode ajudar você a colocar seu negócio online de pé.

Uma das melhores partes de começar um negócio na área de tecnologia é que, se você quer alcançar o sucesso, é relativamente fácil fazer uma pequena empresa escalar e crescer muito.

Quer entrar no mercado da tecnologia mas não conhece idéias de negócios online nessa área? Não se preocupe.

Abaixo você vai encontrar várias ideias de negócios na área de tecnologia que você pode colocar em prática imediatamente.

15. Faça parte de um programa de afiliados

Dois bonequinhos dando um aperto de mãos

Nos programas de afiliado, você divulga um produto, serviço ou profissional e, em troca, ganha uma comissão toda vez que um cliente fizer uma compra através do seu link.

No geral, existem três modelos de programas de afiliados:

  • Pagamento por venda. Esse é o tipo mais comum de programa de afiliados. Com ele, você é pago de acordo com o número de vendas que seu parceiro fez através da sua divulgação.
  • Pagamento por lead. O dinheiro que você ganha nesse formato depende de quantas conversões você gerar, isto é, de quantos leads você adquirir para seu parceiro. No marketing, os leads são os clientes em potencial.
  • Pagamento por clique. Como o próprio nome já nos diz, você é pago pelo número de cliques (visitantes) que redirecionar para o site do parceiro.

O marketing de afiliados é um negócio lucrativo: a área vai movimentar 8,2 bilhões de dólares até 2022.

Essa é uma daquelas ideias de negócios online que são flexíveis e convenientes. Os afiliados podem trabalhar quando e onde quiserem, além de não precisarem ter conhecimento técnico específico. No geral, o marketing de afiliados é uma ótima forma de ganhar uma renda extra passiva.

Ficou interessado em se tornar um afiliado? Considere se juntar a um dos programas internacionais mais famosos, como o ShareASale, o Programa de Associados da Amazon, o da Shopify e o Zyro Afiliados.

16. Crie um app

App do Tiktok em vários dispositivos

Você tem uma ótima ideia de um aplicativo que vai resolver o problema que, até agora, nenhuma empresa conseguiu solucionar?

Essa é uma das melhores ideias de negócio online para quem quer ganhar muito dinheiro.

Os apps são a forma perfeita de transformar ideias de negócio em realidade, já que eles podem ser feitos de forma (relativamente) rápida e podem trazer retorno financeiro enorme.

De todas as ideias de negócios online desta lista, a de criar seu próprio app talvez seja a mais lucrativa. Já que o mercado de aplicativos para celular vale mais de 106 bilhões de dólares, existem muito espaço no mercado para novas ideias.

Apesar de ser uma das ideias com mais potencial de lucro, criar apps também custa bastante dinheiro se você precisar contratar desenvolvedores. Ou, se você for fazer tudo sozinho, o projeto vai exigir muito tempo.

Se você planeja ganhar dinheiro com seu app, você vai precisar de investir tempo e dinheiro na otimização da loja dentro do app (ASO) e outras estratégias de marketing. Em um mercado tão competitivo, isso pode ser desafiador.

Mas, se você ama o desenvolver apps e sempre admirou os empresários que criam startups, por que não tentar?

17. Revenda domínios

teclado iluminado com domínio .com

É real: você pode ganhar dinheiro comprando e vendendo nomes de domínio na internet.

Mas, quando estamos falando de ideias de negócios online, essa é uma das mais arriscadas desta lista.

Essa ideia de negócio envolve muito investimento de tempo e dinheiro para encontrar domínios que você acha que serão procurados por outras empresas – você sempre corre o risco de perder dinheiro se não conseguir revender os domínios.

Existem duas abordagens possíveis na compra e revenda de domínios:

  • Comprar nomes de domínio que você acredita que serão procurados por muitas pessoas. Esse tipo de nome de domínio costuma ter apenas uma palavra e o potencial de combinar combina com muitas empresas e pessoas diferentes. O valor vem da competição.
  • Comprar domínios mais longos e específicos que apenas uma ou duas empresas/pessoas teriam interesse em comprar. Você pode comprar o domínio e oferecê-lo por um preço mais alto para entidades que você acha que estariam interessadas.

Se você é uma pessoa criativa e gosta de criar combinações de palavras-chave, além de prever as tendências do futuro? Se você é criativo e tem boa intuição, essa pode ser uma boa ideia para você.

Caso esteja interessado em comprar seu primeiro nome de domínio, você pode procurar e comprar domínios no Zyro.

18. Crie um SaaS

tela de computador mostrando ícones de software

O modelo de Software as a Service (SaaS) está por trás de algumas das ferramentas mais essenciais do nosso cotidiano. De projetos de gerenciamento de projetos, como a Asana e a Monday.com, até ferramentas de escritório, como o Google Docs, Google Sheets e Slides, é provável que você tenha usado mais de um produto SaaS hoje.

Essa é outra ideia de negócio em que você precisa ser desenvolvedor ou ter recursos para contratar programadores, se quiser transformar a ideia em realidade.

Com o modelo SaaS, seus clientes têm chances de ser tanto clientes individuais quanto de serem outras empresas. Alguns tipos comuns de SaaS são:

Ferramentas para gerenciar o relacionamento entre clientes e empresas

  • Aplicativos de email marketing
  • Serviços de armazenamento em nuvem
  • Ferramentas de gerenciamento de projetos
  • Softwares de criação de textos, planilhas e slides

19. Crie um produto digital

Produtos não precisam ser físicos – inclusive, algumas das melhores ideias de negócios online são relacionadas à venda de produtos digitais.

Se seus clientes puderem simplesmente baixar seus produtos, sua margem de lucro pode ser muito maior do que seria se você tivesse que manufaturar suas mercadorias.

Vender produtos digitais está entre as melhores ideias de negócios online para quem quer garantir uma renda passiva, mas não tem mercadorias físicas para compartilhar com o público.

Você com certeza vai precisar investir conhecimento e usar sua criatividade para criar seus produtos digitais – mas isso costuma ser esforço que se faz apenas uma vez para receber renda passiva por muito tempo.

Estes são alguns ótimo exemplos de produtos digitais que fazem sucesso:

  • Arte impressa. Ilustrações e produtos gráficos que os clientes podem imprimir em casa.
  • Templates para site. Layouts prontos para que os clientes criem sites maravilhosos.
  • Modelos prontos de emails, currículos ou qualquer outro documento que precise ser criado por alguém que saiba.
  • Produtos impressos. Vale tudo, de apostilas a calendários que possam ser impressos pelo cliente em casa.
  • Material didático sobre marketing. Guias onde você compartilha seu conhecimento.
  • Músicas para vídeos e podcasts. Criadores de conteúdo vão usar suas composições e pagar royalties para você..

Venda sua personalidade

Quando pensamos sobre ideias de negócios online, geralmente o que nos vêm à mente é vender mercadorias ou criar cursos virtuais como fonte de renda passiva.

Quase ninguém pensa que eles também podem vender… a si mesmos.

Não estamos falando sobre tráfico de órgãos. Na verdade, estamos falando que você pode se transformar em um mediador que vende produtos de outras pessoas, e que você pode criar seus próprios meios de comunicação, como um podcast.

Você está preparado para vender sua personalidade? Essa pode acabar sendo uma daquelas ideias de negócios online bem lucrativos.

20. Torne-se um influencer 

página do Instagram da kylie jenner

Youtubers e influencers no Instagram podem trabalhar como embaixadores de marcas e promotores de produtos e serviços, por exemplo.

Um influencer são pessoas que têm influência dentro de certo nicho ou comunidade. E, por causa disso, eles tem poder para afetar tendências e o processo de decisão de compra de outras pessoas.

Um infográfico feito pela Invespcro mostra que 40% das pessoas compram produtos usados por influencers. Incríveis 94% dos entrevistados disseram que confiam mais nos influencers do que em amigos ou parentes quando vão decidir fazer ou não uma compra.

Geralmente, os influencers podem ser divididos em quatro categorias:

  • Celebridades. Pessoas do showbiz como modelos, atores e músicos.
  • Especialistas em alguma área. Os conselhos dados por esse tipo de influencer têm ainda mais importância, já que ele possui qualificação profissional e experiência.
  • Criadores de conteúdo. Os blogueiros entram nessa categoria. Quando os criadores de conteúdo falam de assuntos muito específicos, pode haver interseção entre eles e os especialistas do tópico acima.
  • Influencers de nicho. Esses caras são conhecidos como microinfluencers. São pessoas normais que têm muita influência sobre um grupo de pessoas por terem muito conhecimento.

Além do ganho em dinheiro e produtos de parcerias, os influencers têm a oportunidade de criar uma conexão muito mais autêntica com o público do que apenas um divulgador de produtos.

21. Seja um YouTuber

gravando vídeo para o youtube -rapaz câmera microfone

Sim, criar vlogs pode parecer uma daquelas ideias de negócios online que vêm diretamente de 2005, mas ela continua sendo viável.

As maiores estrelas do YouTube ganham até 22 milhões de dólares por ano. Mesmo que não seja realista ter expectativas de alcançar esses números, milhares de pessoas ganham uma renda bem bacana fazendo vídeos para a plataforma.

O segredo é encontrar um nicho específico o suficiente para que seu conteúdo tenha um tema bem estabelecido, mas que ainda seja amplo o suficiente para atrair um público maior.

Você pode ganhar dinheiro no YouTube de várias formas:

  • Lucrando com os anúncios exibidos antes ou durante os seus vídeos
  • Ganhando dinheiro quando as pessoas se inscrevem para receber conteúdo premium
  • Vendendo produtos personalizados para seus fãs
  • Sendo patrocinado por empresas que tenham a ver com seu nicho
  • Recomendando outras empresas e ganhando comissões pelas vendas )marketing de afiliados)

Muitas vezes, as empresas vão ter canais no YouTube como uma fonte de renda extra, além das atividades normais da empresa.

22. Crie um podcast

Até pouco tempo atrás, criar podcasts não era levado muito a sério como profissão, mas podcasts famosos como o The Joe Rogan Experience e o Foro de Teresina colocaram essa mídia no mapa de vez.

Em 2021, a indústria de podcasts inteira tem previsão de valer 1 bilhão de dólares.

O modelo de monetização são basicamente os mesmos que no YouTube, mas, é claro, na maioria das vezes é uma mídia apenas de áudio ao invés de ser audiovisual.

A beleza dos podcasts é que eles podem ser sobre qualquer assunto. Se você tiver um público interessado, pode falar sobre qualquer coisa – de notícias e atualidades até música, TV e, na verdade, qualquer coisa que se passar por sua cabeça.

Já que existem toneladas de podcasts, é vantagem ter um foco e um tópico muito específico – mas que ainda atraia bastante gente.

Escrito por

Avatar do autor

Jeisy Monteiro

Jeisy é dedicada a pesquisar e escrever sobre como pequenos e médios negócios podem crescer na internet de forma sustentável. Ela publica sobre criação de sites, empreendedorismo digital, tecnologia e e-commerce no blog do Zyro. No tempo livre, coleciona cassettes.

Faça parte da conversa

Seu email não será publicado. É obrigatório preencher todos os campos.

Pronto para criar seu site?