Apenas por Tempo Limitado - Economize até 85 %

+ Domínio GRÁTIS por 1 ano

A oferta termina em:

02 :

10 :

47 :

18

Como Vender Pelo Facebook em 6 Etapas Simples

Como vender pelo Facebook em 6 simples etapas - imagem do blog

Você tem um pequeno negócio e um grande sonho? Se você quer fazer vendas, não exclua a opção de vender pelo Facebook.

O Facebook pode parecer uma plataforma desatualizada atualmente, mas a rede social ainda tem um alcance incrível. É o terceiro site mais visitado do mundo, depois do Google e do YouTube.

Se você não sabe por onde começar, vamos mostrar neste texto como vender pelo Facebook e ter sucesso vendendo pela plataforma.

Índice de Conteúdos

1. Encontre um lugar para vender

Se você ainda não sabe como vender pelo Facebook, pode ficar um pouco perdido e confuso no início.

A plataforma oferece mais de uma opção para vendedores que querem lucrar vendendo no Facebook.

Dependendo de quem você e do tipo de produto que você está vendendo, você pode usar o Facebook Marketplace ou as lojas das Páginas do Facebook. No futuro, você também vai poder usar as Lojas do Facebook.

Sim, apesar do nome muito parecido, as lojas das Páginas do Facebook e as Lojas do Facebook são ferramentas diferentes.

Todas as três opções estão disponíveis para vendedores, mas elas são bem diferentes.

Para explicarmos como vender pelo Facebook utilizando as ferramentas certas, vamos explicar a diferença entre o Marketplace, as lojas das Páginas do Facebook e as Lojas do Facebook. Assim você vai poder decidir qual combina mais com você e sua loja.

Marketplace

Lançado em 2016, a ferramenta Facebook Marketplace muitas vezes é considerada a “seção de classificados” do site.

O Facebook fez várias tentativas de atrair empresas para o Marketplace, mas, lá no fundo, essa ferramenta continua sendo um recurso de vendas de itens de segunda mão entre usuários.

print do Facebook Marketplace

O que o Marketplace oferece 👍

Não fique com o pé atras com o Marketplace – ele pode ser o método perfeito para sua loja começar a vender no Facebook.

Essas são algumas vantagens de vender usando esse recurso:

  • É ótimo se você tem itens únicos para vender. Se você ama vender raridades ou móveis reformados, o Marketplace pode ser o lugar certo para você.
  • É ideal se você quer vender para pessoas na sua região. Os clientes que usam o Facebook Marketplace podem pesquisar por local, o que é ótimo se você não tem orçamento para investir no envio dos produtos para outras regiões.
  • É uma ótima forma de criar uma conexão com seus clientes. Os vendedores têm que interagir muito com os clientes, de responder dúvidas sobre os produtos até dar dicas pós-venda.

O que o Marketplace fica devendo 👎

Se sua empresa tem ambições maiores, você provavelmente já está pensando nas desvantagens de vender no Facebook pelo Marketplace.

Você não pode exibir quem é. O Marketplace não deixa os clientes seguirem os vendedores e a seção para adicionar informações sobre o produto é bem básica. No Marketplace não dá para fazer storytelling e contar a história da sua empresa.

Qualquer pessoa pode vender qualquer coisa. Na página de pesquisa, seus produtos vão (na maioria das vezes) ser exibidos do lado de itens de baixa qualidade postados por vendedores menos exigentes.

Os clientes têm que entrar em contato com você pelo Marketplace para comprar o produto anunciado. E, quando eles fazem isso, as chances são grandes de que vão querer negociar o preço e pagar menos do que você pediu pelo produto.

Lojas das Páginas do Facebook

Já tem um tempo que a rede social criou a ferramenta “lojas das Páginas do Facebook” para ajudar você a vender pelo Facebook. Se você tem uma conta pessoal, provavelmente já viu o botão “Comprar agora” na página das lojas que você gosta.

A ferramenta está disponível para empresas de todos os tamanhos e fica no painel de navegação das páginas de empresas.

print de uma loja das Páginas do Facebook

O que as lojas das Páginas do Facebook oferecem 👍

Quando o assunto é chamar atenção para a sua empresa nas redes sociais, a ferramenta lojas das Páginas do Facebook têm alguns benefícios.

Mesmo que vender pelo Facebook através dessas lojas seja uma tarefa mais passiva e automatizada do que vender no Marketplace, as lojas das Páginas do Facebook oferecem:

  • A chance de divulgar a página da sua empresa. Mesmo que a divulgação e contato com clientes sejam feitos através da página geral, a ferramenta de lojas vai mostrar quais produtos você tem e qual o preço deles.
  • A oportunidade de mostrar tudo que você vende. Os clientes vão poder visualizar  imediatamente todos os produtos que você oferece, como eles poderiam fazer se visitassem sua loja presencial.
  • Tráfego para seu site. Sua Loja é o lugar onde os clientes vão descobrir seus produtos, então poste fotos e informações que chamem bastante a atenção deles, porque assim eles vão clicar para ir ao seu site e conhecer sua loja virtual.

O que as lojas das Páginas do Facebook ficam devendo 👎

A Loja é uma ótima ferramenta para utilizar, mas também tem suas desvantagens. Pense bem sobre elas quando quiser colocar seus produtos à venda:

  • Ela pode ser um pouco desajeitada. Se seu cliente estiver em qualquer lugar que não seja os EUA, eles não vão poder concluir a compra dentro do próprio Facebook. Isso significa que seu site vai receber mais visitas, mas pode ser muito inconveniente para alguns fregueses.
  • Suas opções de exibição de produtos são limitadas. As fotos dos produtos vão ter que ficar bonitas no layout padrão do Facebook. Você não vai poder personalizar, o que não é o ideal.
  • A experiência compra é um pouco primitiva. Clientes em potencial não vão ter muitas opções de filtros e nem vão poder ver fotos mostrando os detalhes dos produtos.

Lojas do Facebook

quatro telas mostrando ferramentas de vendas do Facebook

Loja das Páginas do Facebook vs. Lojas do Facebook – qual a melhor?

Apresentada em 2020, a ferramenta Lojas do Facebook é uma plataforma de e-commerce criada pelo Facebook especialmente para pequenas empresas.

As Lojas do Facebook são recentes e ainda estão sendo testadas, mas é muito provável que elas vão substituir as lojas das Páginas do Facebook, sendo uma opção ainda melhor para vender pelo Facebook.

Oferecendo uma experiência de compra muito mais customizável, as Lojas do Facebook estão colocando o Facebook no mapa do comércio eletrônico.

O que as Lojas do Facebook oferecem 👍

Se você é dono de uma pequena empresa e está usando o Facebook para Empresas, as Lojas do Facebook podem oferecer tudo que você precisa para alcançar o sucesso:

  • Você pode personalizar sua vitrine. O Facebook oferece um template que você pode editar para que combine melhor com sua empresa. Você pode escolher as cores, logotipo e o conteúdo.
  • A interface é muito parecida com a de um site de compras. Os clientes vão poder adicionar itens ao carrinho. Eles também vão poder criar listas de desejos e rever itens visitados recentemente.
  • Você pode vender para o mundo inteiro. Não existe limite de localização quando você pode vender pelo Facebook usando a ferramenta Lojas. De repente ficou muito mais fácil mostrar sua pequena empresa para os bilhões de pessoas que usam a rede social.

O que as Lojas do Facebook ficam devendo 👎

O recurso Lojas do Facebook parece ter um modelo de vendas melhor do que o Marketplace e a ferramenta Loja, mas ainda é pouco conhecido:

  • As Lojas do Facebook ainda não estão disponíveis para todo mundo. O lançamento das Lojas do Facebook será feito aos poucos, então você pode ter que esperar um pouco para usar a ferramenta para vender no Facebook.
  • A opção de checkout dentro do app ainda não está disponível em todos os países. Mas, como você já, isso significa que seu site vai receber mais visitas.
  • É território desconhecido. Ninguém sabe muito bem ainda como vender pelo Facebook usando as Lojas, mesmo que todo mundo esteja animado com a novidade.

Dica de ouro

Você já percebeu que o Facebook ama a palavra “loja”, não é? Eles usam ela também de uma terceira forma.

Você vai ver que algumas páginas de empresas já têm a palavras “Lojas” no painel de navegação. Mas, ao invés de direcionar os clientes para a loja virtual da marca, ela fornece uma lista de endereços das lojas físicas.

Para comprar usando a nova ferramenta Lojas do Facebook, os clientes vão clicar em um botão que fica no topo do perfil da sua empresa.

print da lista de endereços das Lojas do Facebook

2. Cuide da aparência

Antes de começar a vender no Facebook, você tem que ter certeza de que sua empresa está preparada para isso.

Existem milhões de pessoas vendendo pela plataforma. Ter um visual marcante, uma história bacana e muita informação preparada vai ajudar sua empresa a se destacar no Facebook desde o início.

Confira se você tem tudo em ordem para começar a vender pelo Facebook com facilidade.

Comece com um site

Claro, tem como vender pelo Facebook mesmo sem ter uma loja virtual. Usando o Marketplace você pode ganhar uma graninha, e tudo que você precisa fazer é criar uma conta na rede social.

Mas, se você não quiser usar o Marketplace para vender no Facebook, ter uma loja virtual é crucial para seu sucesso:

  • Você vai precisar de uma para que os clientes finalizem as compras. Sem a função de checkout dentro do Facebook, os usuários vão ter que clicar e ser redirecionados para seu site para fechar a compra.
  • Ela vai mostrar que sua empresa é confiável. Os usuários vão querer saber mais sobre sua loja se virem que ela tem um site.
  • Sincronizar sua loja virtual com o Facebook também ajuda você. Se você criar seu site em uma plataforma como o Zyro, vai ter acesso a ferramentas que vão ajudar você a vender, divulgar e rastrear as entregas diretamente no app, usando um painel de controle centralizado.

Seja consistente

Se sua loja virtual é bonita e conta uma história interessante sobre sua empresa, parabéns! Você fez um ótimo trabalho.

Quando você começar a vender no Facebook, repita na rede social o que você fez no seu site. Não se esqueça: ser consistente é a chave para desenvolver sua marca.

loja virtual de sofás na tela do notebook

Identidade

Criar uma marca com identidade clara é um dos pontos-chave para o sucesso de qualquer negócio.

Você quer que seus seguidores confiem em você e sejam fieis à sua marca? É claro que sim.

Não se esqueça de manter a consistência em todos os canais onde você vende seus produtos, incluindo o Facebook. Você deve ter uma ideia clara de tudo isto:

  • A paleta de cores que você vai usar na sua loja virtual, embalagens, logos, panfletos, etc.
  • O tom de voz que você vai usar sempre que estiver conversando com seus clientes ou escrevendo sobre seus produtos.
  • Os valores da sua empresa e o que torna sua loja única.

Imagens

O Facebook não é uma das redes sociais mais visuais que existem, mas mesmo assim você deve lembrar que as pessoas têm atenção curta.

Assim como a vitrine de uma loja de shopping, a página da sua empresa no Facebook ou seu anúncio no Marketplace vão precisar ser cativantes de imadiato.

Mas, diferente de uma loja presencial, você está vendendo coisas que as pessoas vão comprar sem poder tocar antes. Acerte no uso das imagens fazendo isto aqui:

  • Use fotografia de nível profissional. Use nosso guia para saber como tirar fotos dos seus produtos.
  • Formate as imagens para que elas combinem com o layout da Loja do Facebook. Não tem nada pior que fotos cortadas erradas.
  • Seja consistente. Construa o reconhecimento de marca mantendo o mesmo visual e identidade em todos os canais onde você vende.

Conteúdo

Se os clientes descobrirem sua loja no Facebook, vão querer saber tudo sobre sua marca.

Mas não soterre os clientes com informação. É muito ruim ter dificuldades para concluir a compra porque o site da loja está lotado de conteúdo e confuso.

Essas informações não podem faltar:

  • Preços e descrição dos produtos. Garanta que seus preços estão corretos e que suas descrições chamem a atenção.
  • Uma proposta de valor convincente. Você pode mostrar a proposta de valor da sua loja (o que ela acrescenta à vida dos clientes) no topo da página da loja para que as pessoas vejam de primeira.
  • As questões práticas. Adicione as informações sobre entrega e seu email corporativo – mostre profissionalismo.
ferramenta "Conectar" na página de marca pessoal

3. Crie uma página própria para empresas

Está feliz com o visual que você criou para sua marca?

O próximo passo é criar uma página própria para empresas no Facebook. Ela vai agir como porta de entrada para sua Loja.

Com esse tipo de página, você vai poder gerenciar a divulgação da sua empresa para usuários do Facebook.

A não ser que você tenha certeza de que o Marketplace é a melhor forma de vender seus produtos no Facebook, esse tipo de página vai ser a base para sua loja na rede social.

Leia o guia descomplicado que escrevemos sobre como criar uma página para sua empresa no Facebook.

Adicione uma Loja

Assim que você já tiver uma página para sua empresa no Facebook, o próximo passo vai ser adicionar a função de Loja à página.

Você pode fazer o upload do seu catálogo de produtos inteiro para sua Loja do facebook, ou escolher quais produtos você quer que os usuários da rede social vejam.

Escolha as opções de filtro parecidas com as que você tem no seu site ou crie novos filtros pensados especialmente para quem vai estar descobrindo um mundo novo na sua Loja do Facebook.

Depois, com sua Loja pronta, você vai estar preparado para começar a vender pelo Facebook.

4. Conquiste seguidores

Não se deixe enganar pela facilidade de colocar itens à venda no Facebook. Os usuários dessa rede social não vão cair de paraquedas na sua Loja sem que você se esforce para fazer a divulgação dela.

E é nesse momento que o Facebook tem vantagem sobre a visibilidade da sua marca.

No Marketplace, se você tem o que o cliente procura, ele vai encontrar seu produto através da ferramenta de busca.

Mas, com uma Loja, a história é outra.

fila de clientes do lado de fora da loja

Mostre quem está por trás da empresa

Uma das vantagens do Facebook é que você pode interagir com os clientes de forma mais pessoal.

Não estamos falando para você sair convidando os clientes para um jantar na sua casa, mas você pode (e deve) mostrar para eles o que está por trás da sua marca.

Se você vender no Facebook usando uma Loja e não o Marketplace, reter clientes vai ser fácil se você postar com frequência.

Mostre sua equipe

Mostre aos clientes que quem está vendendo aqueles produtos são pessoas e não robôs.

Se você tem uma equipe para ajudar você a vender, mostre eles no Facebook. Essa é uma ótima forma de adicionar personalidade à sua marca, e também agregar valor aos produtos.

Você pode trazer seus colegas de trabalho para o Facebook da empresa desta forma:

  • Em apresentações semanais. Poste uma foto de um funcionário por semana, junto de um pequeno texto explicando quem eles são. Mostre aos seguidores o valor que sua equipe têm para sua loja e não se esqueça de adicionar algo bem-humorado ou interessante sobre cada um deles.
  • Deixando que eles mesmo interajam diretamente com os seguidores no Facebook. Deixe seus seguidores se revezarem para responder perguntas dos clientes ou postar na página da empresa.
  • Postando em datas especiais, como aniversários e formaturas dos funcionários. Se você tomar cuidado para não passar do ponto e postar algo que não contribua para o objetivo da sua empresa na plataforma, é uma ideia legal postar esse tipo de informação sobre a equipe.

Não tem uma equipe? Não deixe isso impedir você de interagir com os seguidores.

Pense em até que ponto você gostaria de mostrar sua cara e personalidade na página da sua empresa. A estratégia pode acabar sendo exagerada, mas também pode ser um passo para desenvolver sua marca pessoal.

Se você vende artigos feitos a mão, mostrar sua personalidade nos posts pode ser uma ótima forma de gerar engajamento.

Mostre os bastidores

Num mundo obcecado com fazer tudo do jeito mais fácil, as pessoas ainda dão valor às pequenas empresas que estão se esforçando para fazer as coisas do jeito certo.

Para sermos sinceros, a gente também gosta de dar uma espiada no que acontece por trás das câmeras. E as redes sociais são a forma mais perfeita de dar essas espiadas.

Use isso a seu favor e compartilhe com frequência coisas como estas aqui:

  • Fotos de produtos sendo embalados. Se a operação é toda feita por você ou sua equipe, os clientes vão gostar de ver os toques pessoais que estão por trás do envio dos pedidos.
  • Vídeos cativantes da produção das peças. Potes de cerâmica sendo moldados ou bolos sendo assados, esse tipo de conteúdo é ótimo de assistir e muita gente adora.
  • Demostrações de produtos. Se seus produtos são inovadores ou precisam de instruções  para serem usados, grave vídeos de seus colegas de trabalho usando os produtos. É uma ótima forma de variar o tipo de postagem também.

Se você usa dropshipping ou trabalha em um porão com iluminação ruim, use a criatividade para criar posts de bastidores.

Você sempre vai ter que estar pensando em qual serão os próximos produtos que você vai colocar à venda, então compartilhe o que inspira você. Evite ser apenas mais uma loja de dropshipping sem personalidade.

close up de mãos trançando balaio

Exiba seus produtos

Todo mundo no Facebook está cheio de opinião para dar.

Com mais de 2,6 bilhões de usuários ativos por mês, com certeza alguém vai dar opinião toda vez que você postar na sua página do Facebook.

Para saber o que as pessoas acham da sua loja, poste no seu feed sobre os produtos que você colocou à venda. É fácil de fazer, não custa um centavo sequer e ainda ajudar você a conhecer melhor os clientes.

Poste sobre os produtos

A página da sua empresa no Facebook a porta de entrada para sua Loja. Não basta colocar os produtos na Loja e esperar que as pessoas caiam lá de paraquedas.

Com um pouquinho de esforço, você provavelmente vai descobrir que os produtos que você postar na página principal vão ser os que acabarão sendo os mais vendidos.

Coloque a mão na massa e veja estas ideias sobre como postar sobre seus produtos:

  • Anunciar os produtos novos. Adicione algumas informações sobre o motivo de você estar colocando aquele item á venda na loja. Se você quiser falar de vários produtos de uma vez só, faça um post do tipo Coleção.
  • Mostrar os favoritos da semana. Mostre seu amor pelos produtos que já estão na loja há mais tempo. É uma ótima forma de aumentar a venda deles.
  • Mostrar um pouquinho de como o produto é. Não se esqueça que os seguidores podem comentar nos seus posts, então você pode receber feedbacks valiosos com esse tipo de post também.

Se só pensar em fazer esses posts já deixa você cansado, planeje tudo com antecedência.

Assim como acontece com outras redes sociais, existem horários melhores para postar conteúdos no facebook. Se nesses horários você não puder postar, agendes as postagens.

Essa é uma ação simples que você pode fazer diretamente no app do Facebook, se sua página for do tipo Fascebook para Empresas. Você também pode usar um segundo app para fazer esse agendamento ou contratar um freelancer para fazer isso por você.

Poste conteúdo relacionado

Se você tem paixão de verdade pelos produtos que vende, conte para os seguidoras curiosidades sobre sua área do mercado.

Provavelmente, se você vende acessórios para celular, seus seguidores vão estar interessados em ler um texto sobre as novas formas de tirar selfies.

Está vendendo materiais para bijuteria para clientes de certa região? Eles com certeza vão amar saber mais sobre cursos de artesanato na região.

Você também pode mostrar o seguinte:

  • Relatórios de tendência que colocam seus produtos em destaque. Mostre para os seguidores que os produtos que estão em alta no momento também estão a venda na sua Loja.
  • Textos de outros sites que falam sobre sua marca. Sua loja está dando o que falar na imprensa? Sua página no Facebook é o melhor lugar para mostrar esse sucesso pra todo mundo.
  • Eventos em que você vai estar. Se você também vende produtos fora da internet, mostre na sua página informações sobre onde os seguidores podem encontrar você. Se seus seguidores morarem na região, talvez façam uma visitinha.

Não se esqueça de conectar uma rede social à todas as outras onde você tem conta.

Sua loja tem perfil no Instagram? Seus produtos fazem sucesso no Pinterest? Compartilhe suas novas postagens em todas as redes sociais.

Isso vai mostrar consistência e mostrar para os seguidores no Facebook que você também posta em outras plataformas.

print de um anúncio no Facebook sobre o Instagram Live

5. Invista em marketing

Para saber como vender pelo Facebook do jeito certo, você tem que saber que a plataforma ganha a maioria do seu dinheiro com anúncios. Se você quer fazer vendas e divulgar sua marca, deveria usar o sistema de anúncios muito sofisticado do Facebook – mas com cuidado.

Você vai poder anunciar sua página, suas postagens ou seu site. O objetivo é despertar o interesse das pessoas, não gerar vendas imediatamente.

Ao invés de exibir um anúncio que peça para os usuários fazerem uma compra logo de cara, peça que os eles simplesmente enviem seus endereços de email.

Usar anúncios é outra ótima maneira de conquistar confiança e credibilidade – vender pelo Facebook exige uma estratégia de longo prazo.

Use as ferramentas certas

Como poderíamos esperar de uma empresa que ganha bilhões com anúncios, existem muitos detalhes na criação de ads no Facebook.

Antes de começar a criar anúncios no Facebook, primeiro saiba quais ferramentas são mais relevantes para você.

Gerenciador de Anúncios

Enquanto uma conta de Gerenciador de Negócios no Facebook é mais indicada para empresas grandes, você pode começar com o Gerenciador de Anúncios.

Essa ferramenta é 100% dedicada ao gerenciamento de campanhas. Ela é potente, mas fácil de usar, então não fique intimidado.

No Gerenciador de Anúncios, você vai poder determinar objetivos, encontrar seu público e soltar a criatividade na criação dos anúncios.

O Facebook criou guias fáceis de entender sobre todas as ferramentas do Gerenciados de Anúncios, então separe um tempinho para aprender enquanto trabalha nas suas campanhas.

Facebook pixel

Já que você quer aprender como vender pelo Facebook para ganhar dinheiro (e não criando campanhas de anúncios por diversão), com ceretza vai querer usar o Facebook pixel.

O Facebook pixel é uma linha de código que basicamente mostra que retorno você está recebendo com seu investimento em anúncios.

Você adiciona o código no seu site e, quando alguém faz uma compra, consegue ver se aquele acesso veio ou não do Facebook.

Se você não sabe como adicionar o Facebook pixel ao seu site, encontre uma pessoa que possa fazer isso por você. O pixel é um recurso muito valioso para que você possa otimizar seus anúncios.

página dos Anúncios do Facebook na tela do notebook

Alcance os usuários certos

Bilhões de pessoas usam o Facebook e dá vontade de alcançar todas elas.

Mas você deve ter uma ideia clara do seu público-alvo da sua loja e manter o foco nele. O Facebook também facilita muito escolher em detalhes as características do público para quem seus anúncios serão mostrados.

Você pode começar escolhendo essas características:

  • Localização, idioma e local de trabalho
  • Idade, gênero e estado civil
  • Interesses, escolaridade e renda

Também é possível escolher categorias mais gerais ou filtrar por interesses precisos, que vão gerar resultados muito específicos.

Filtrar o público por interesses permite que você encontre pessoas baseado no que eles dizem gostar, de quais grupos eles fazem parte e sobre quais assuntos eles mais falam.

Você pode até se sentir um stalker, mas filtrar por interesse vai ajudar você a vender mais.

Mantenha a consistência da marca

Não desperdice a escolha perfeita do público-alvo da campanha tendo uma marca com imagem horrível.

Ter o visual certo nos seus anúncios é a chave para fazer sucesso no Facebook. Você quer que sua loja se destaque pelos motivos certos, então pense bem sobre a forma certa de conquistar a atenção das pessoas.

Existe mais que um tipo de anúncio no Facebook. Você pode criar vídeos, anúncios de canvas (que ocupam a tela inteira) ou até mesmo usar gifs, se combinar com sua marca.

Mas pode ser melhor começar pequeno. Mantenha o padrão que você estabelecer para seu site e:

  • Evite fotos de bancos de imagem. Use as imagens cativantes que você criou para mostrar o melhor dos seus produtos.
  • Garanta que seu visual combine com os valores da sua marca. Você está pagando para exibir anúncios que vão gerar visitas no seu site, então não se distancie muito da identidade da sua marca.
  • Mantenha a consistência das fontes usadas. Se você quer adicionar qualquer texto no seu anúncio, use as mesmas fontes que você usou em seu site.

Você não tem muito tempo para divulgar sua loja usando palavras.

Os usuários vão ser atraídos pela imagem do seu anúncio primeiro, mas você também vai ter espaço para escrever um pouco de texto. Se você não leva muito jeito para as palavras, peça a ajuda de um amigo que goste de escrever.

Com um título breve e chamativo, você vai precisar conquistar o interesse do espectador, despertar desejo e finalizar o anúncio com um call-to-action.

placa de neon com "hello" escrito

6. Compartilhe conteúdo criado pelos usuários

Sua Loja do Facebook está cheia de produtos. Você está criando ótimo conteúdo. Você criou uma campanha potente de anúncios.

E agora, qual o próximo passo?

Depois de todo esse trabalho, você já sabe bem como vender no Facebook e está preparado para começar. Mas não se esqueça de interagir diretamente com seus seguidores.

Diferente do Marketplace, onde você está em contato direto com os clientes, as Lojas do Facebook exigem formas mais dinâmicas de comunicação.

Entendendo o conteúdo gerado por usuários

O conteúdo gerado por usuários (ou user-generated content, o UGC) é qualquer conteúdo sobre sua marca que foi criado por alguém que não trabalha para sua empresa.

Se um cliente marca sua página do Facebook em uma foto que eles postaram, ou postam um review de um de seus produtos, isso conta como conteúdo gerado por usuários.

E sua loja pode lucrar com isso.

Reposte fotos de clientes

O conteúdo gerado por usuários dá à sua loja algo que o marketing tradicional nunca vai te proporcionar: credibilidade.

Não importa se seus anúncios dizem que 9 em cada 10 clientes amam seus produtos (falando nisso, essa frase é um clichê).

  • Clientes confiam em outros clientes. Conteúdo gerado por usuários impacta a decisão de compra da maioria das pessoas que procuram saber se um site é confiável antes de comprar. E tudo começa com o visual:
  • Incentive os clientes a postarem sobre as compras no Facebook. Coloque um bilhete em todo pedido e inclua uma hashtag que o cliente pode usar.
  • Compartilhe conteúdo em várias plataformas. O Instagram é a casa do conteúdo gerado por usuários. Reposte por lá, mas não se esqueça de postar na sua página no Facebook também.
  • Adicione um tema ao conteúdo gerado por seus clientes. Peça que eles postem fotos dos pets usando os produtos ou peça que eles interajam com o produto de formas diferentes. Seja criativo.
homem de chapéu tirando selfie

Transforme em anúncio o conteúdo gerado por clientes

Se o conteúdo postado pelos clientes é mais confiável que os anúncios, você já sabe o que fazer.

Integrar o conteúdo gerado por usuários nas suas campanhas de anúncios é uma ideia inteligente. Você estará provando que sua loja é real e mostrando que seus produtos já estão melhorando a vida de outras pessoas.

Você pode:

  • Integrar avaliações nos seus anúncios. Use as melhores avaliações verdadeiras que os clientes escreveram sobre seus produtos favoritos. Assim você vai estar mostrando nos anúncios que esses produtos valem a pena.
  • Use fotos dos clientes nos anúncios. Se você quer diversificar o visual dos seus anúncios, use o formato em carrossel do Facebook para postar uma série de imagens criadas por clientes.
  • Crie anúncios como incentivos. Fale para os clientes usarem uma hashtag específica para que você possa repostar o conteúdo instantaneamente como anúncio.

Estudo de caso – Toyota

Incentivar os clientes a gerarem conteúdo pode turbinar o desempenho da sua loja.

A marca de carros Toyota criou uma campanha de anúncios no Facebook montada com fotos e vídeos enviados por músicos sob a hashtag #feelingthestreet.

De todos os posts criados, os seguidores puderam votar nos favoritos, que formariam a Banda Feeling The Street.

Os vencedores e integrantes da banda ganharam a oportunidade de fazer uma turnê na Austrália. Essa campanha no Facebook aumentou o engajamento da Toyota em mais de 440% – uma campanha que valeu muito a pena, não é mesmo?

Faça sorteios

Você também pode, às vezes, incentivar os seguidores com prêmios.

Existem muitas maneiras de engajar as pessoas em sorteios no Facebook que vão beneficiar tanto você quanto elas.

Seu engajamento vai subir, assim como a facilidade dos clientes se identificarem com a marca. Essa estratégia de dar produtos de graça pode parecer como sendo o contrário de vender no Facebook, mas vai valer a pena de forma indireta:

  • Crie um concurso de nomes. Se você dá nomes criativos para seus produtos, peça que os clientes ajudem você nessa tarefa. Essa nem precisa de um prêmio, mas oferecer um seria bacana mesmo assim.
  • Transforme fotos temáticas em um concurso. Está lembrado daquelas fotos de pets que citamos? Ofereça um preço para o bichinho mais fofo – essa é uma ótima estratégia para conquistar lealdade.
  • Permita que as pessoas ganhem seus produtos. Você pode separar alguns itens para fazer dar aos clientes. Por que não fazer sua loja ser ainda mais conhecida enviando amostras dos seus produtos para clientes satisfeitos?
barraca em parque de diversões mostrando vários prêmios

Você está preparado

Agora que você já sabe como vender pelo Facebook, comece o trabalho para turbinar suas vendas.

Não importa se você vai usar apenas o Marketplace ou vê necessidade de criar sua Loja, existem muitas formas dinâmicas de vender seus produtos nessa plataforma.

Seja consistente e frequente nas postagens. Assim, você vai começar a fazer vendas em breve.

Escrito por

Avatar do autor

Jeisy Monteiro

Faça parte da conversa

Seu email não será publicado. É obrigatório preencher todos os campos.