Promoção de Primavera ATÉ 87 % DESCONTO

+ Domínio GRÁTIS nos planos anuais

A promoção acaba em:

06 :

20 :

28 :

47

Dicas Para Pesquisar Produtos Para o Seu Negócio eCommerce

Dicas Para Pesquisar Produtos

Poderá já ter ouvido que o eCommerce está indo muito bem.

Falamos muito sobre isso – é uma das melhores formas de ganhar dinheiro online. Há apenas um senão: para começar a vender, primeiro é preciso saber o que se deve vender.

Como com qualquer outra coisa que valha a pena fazer, para obter bons resultados com o seu negócio de eCommerce terá de fazer algum planeamento. Especialmente se está a pensar entrar numa área de produtos que não conhece. 

Se conseguir estar no topo disto no início da sua atividade, é menos uma coisa para se preocupar no futuro. Provavelmente irá também poupar algumas dores de cabeça e frustração.

Vamos mostrar-lhe como fazer uma pesquisa de produtos. Desde encontrar os produtos de sonho para a sua loja até estabelecer planos para o crescimento futuro.

Se quer aprender como encontrar um produto para vender online, estas 7 dicas são para si. 

1. Usar uma das suas paixões

Nunca trabalhe um dia na sua vida.

É isso que deve acontecer se encontrar um trabalho que gosta de fazer. Portanto, se está pronto para criar a sua própria loja de eCommerce, porque não começar por olhar para as coisas de que gosta? 

Transformar a sua paixão pessoal num negócio viável não é necessariamente uma má ideia.

Claro, o seu passatempo de dormir e comer pizza na cama pode não ser a forma mais saudável ou mais adulta de passar o tempo. Mas, utilizando um pouco de investigação, pode ser a chave para o seu sucesso.

mulher a comer piza na cama

Comece com os seus passatempos

Antes de assumir qualquer outro compromisso com a sua loja, inicie o processo de investigação com alguma criatividade. Lembre-se de que, nesta fase, nenhuma ideia é má ideia.

Faça uma lista das suas paixões pessoais e use isto como plano de pesquisa na sua investigação de produtos.

Olhe para para trás na sua carreira, pense nas suas conquistas no secundário, lembre-se dos segmentos de notícias que lhe ficaram na mente. 

Pense também no que adora fazer no seu tempo livre:

  • Se é bom em fazer algo que as pessoas já apreciam – como bolos, ou talvez cartões de felicitações – poderia produzi-lo em massa? 
  • Quando faz as suas compras, há produtos que precisa frequentemente mas que não encontra em lado nenhum? Ponha-os na lista. 
  • Alguém está a fazer um mau trabalho a vender os artigos que quer, precisa ou pode desenhar e criar por si mesmo? Um pouco de competição saudável pode ser um grande fator de motivação.

Se descobrir que o seu passatempo não é exatamente um nicho mas a sua investigação o atrai para algo semelhante, não tenha receio de mudar de direção. 

O fundador da Black Infusions Vodka estava, na realidade, empenhado em fazer vinho quando a sua ideia de negócio surgiu. Michael Davidson adorava fazer produtos que os seus amigos e família gostavam e estava fascinado por uma tradição que ninguém tinha tentado alterar, ainda.

Porque é que os restaurantes combinavam a comida com vinhos mas não com bebidas espirituosas? A vodka deveria ser tão popular como o vinho. Aqui havia espaço para Michael vender um produto que as pessoas ainda não sabiam que precisavam. 

Pessoas juntas a desenhar produtos

Defenda algo

Talvez gostar de pizza na cama não o ajude a criar uma empresa de sucesso. Se os seus passatempos não são inspiradores ou são melhor mantidos como apenas passatempos, olhe para além destes para ver o que mais o faz vibrar.

Existe imenso espaço no mundo eCommerce para todo o tipo de produtos e ao explorar as suas paixões certamente vai encontrar algo relacionado para vender mesmo que a sua principal paixão não possa ser transformada no seu rendimento principal. Nem todos os rendimentos extra têm de ser transformados na sua principal fonte de rendimento.

Explore o próximo passo na utilização destas paixões pessoais:

  • Poderia usar as suas capacidades profissionais para criar um novo produto?
  • Tem algum amigo que possa vir a ser um excelente colaborador? Muitas vezes, as pessoas criativas precisam de um parceiro de negócios com cabeça para números.
  • Existe algum problema que adoraria resolver? Avalie o que é importante para si.

Deixe que a sua pesquisa de produtos seja inspirada por uma série de fatores. Tome notas sobre aquilo de que é composto o seu conjunto de competências, quais são os seus valores e pense de forma criativa sobre como conseguir que tudo funcione em conjunto.

A LastObject começou como uma campanha kickstarter desencadeada por três pessoas com um objetivo comum: transformar produtos de utilização única em produtos reutilizáveis. 

Os fundadores usaram a sua experiência em design para formular um produto inovador, com um aspeto fantástico, que servisse uma necessidade e que fizesse com que as pessoas falassem da sua marca. 

2. Utilizar as redes sociais

Se a sua loja de eCommerce é baseada numa paixão pessoal – ótimas notícias. Cada passo nesta lista terá em conta a sua pesquisa de produtos.

Se quer desenhar uma linha entre os seus passatempos e os seus interesses de negócio, faça uma pesquisa pelas redes sociais.

Mesmo que já tenha em mente uma direção para a sua loja, fazer um balanço das tendências nas plataformas sociais deve ser um passo fundamental na sua pesquisa de produtos.

O uso inteligente de sites como o Instagram, Pinterest e Reddit pode ajudá-lo a ver produtos que não sabia que deveria vender.

A investigação provou que existia um mercado para produtos sustentáveis dando aos fundadores bastante espaço de manobra para transformar a sua paixão e habilidade num negócio. 

ecrã de portátil mostrando o Pinterest

#tendências

Entre em conversas nas redes sociais para ver de que produtos se está a falar. Este é uma técnica de pesquisa de fácil acesso. Se concentrar-se o suficiente nesta técnica irá sentir-se como um espião numa missão. 

Fazer uso da escuta social desde cedo na sua pesquisa é uma forma simples de desbloquear ideias de produtos e descobrir o que o mercado está à procura. Pode tropeçar numa tendência de topo que está prestes a descolar ou num subconjunto de clientes que precisam de algo de nicho. 

Reddit

O Reddit não deve ser ignorado na sua pesquisa por um produto para vender.

Com milhares de fóruns e comunidades a utilizar o site, este é uma gigantesca sondagem de opinião online.

É importante saber a verdadeira opinião das pessoas sobre os produtos por isso comece aqui. Confira:

  • O quadro ‘Buy it for Life‘. Opiniões não filtradas e não patrocinadas de utilizadores que se orgulham de ter investido em produtos premium e que partilham a sua admiração. Sim, pode pensar que um post sobre um frasco Thermos de 23 anos não o vai inspirar mas este fórum é uma ótima ferramenta para descobrir quais os artigos que os consumidores precisam, querem e valorizam.
  • O quadro ‘Find it on Amazon‘. Aqui é onde verá a verdadeira demanda de produtos. Na verdadeira forma “faça o que diz”, o fórum ajuda os utilizadores a descobrir de outros se podem comprar produtos aleatórios que estão a cobiçar na Amazon. Ótimo para pesquisa e, no futuro, para apontar os clientes na direção da sua própria oferta de produtos. 
mulher a ver o Instagram no seu telefone

Instagram

Uma das melhores plataformas para usar na sua pesquisa por um produto na moda, o Instagram permite-lhe ver o que os consumidores estão usando em tempo real.

Tenha em atenção:

  • A página ‘Explorar’. Esse pequeno ícone de lupa irá abrir um novo mundo de produtos com que se inspirar. Toque em ‘comprar’ para ver os produtos que as empresas estão a vender ou a comercializar neste momento e veja também se consegue captar uma tendência.
  • Hashtags, claro. O Instagram fez com que o hashtag se infiltrasse nos nosso vocabulário diário. É também uma ferramenta inestimável para a investigação de produtos. Use sites como hashtagsforlikes para escolher hashtags de tendências em categorias populares.

Pinterest

Com o Pinterest tem irá obter uma montanha de ideias na ponta dos seus dedos. Esta é a plataforma social mais agradável do ponto de vista estético.

Pode ser a sua arma (não tão) secreta para encontrar os produtos mais populares para vender:

  • Em que é que as pessoas estão a fazer pinning? Pode ser um pouco óbvio, mas tome nota do que os utilizadores de Pinterest estão interessados enquanto está a pesquisar. Uma súbita abundância de fotografias de casas de cabras pode ser o incentivo de que necessita. Sim, esse é um produto verdadeiro na moda este ano. 
  • O que diz o relatório de tendências? Um novo relatório de tendências emerge da redação do Pinterest numa base anual. Disponível para qualquer pessoa, esta previsão detalhada para o ano seguinte em termos de tendências tira estatísticas reais de pesquisa do site e organize-as em segmentos comercializáveis.

3. Ver o que se vende noutros locais

Se tem agora uma ou duas ideias de produtos na sua mente, esta é uma boa maneira de descobrir o desempenho destes produtos para outros comerciantes. 

A sua mente ainda está em branco? Não se preocupe: esta é também uma oportunidade para obter alguma inspiração de novos produto. 

Navegar pelos mercados de consumo pode dar-lhe resultados positivos e negativos.

Este é um grande passo na sua jornada de pesquisa de produtos. Para além de identificar os produtos mais vendidos no mercado, a análise da concorrência pode também mostrar-lhe exatamente o que lhes falta.

Site da Amazon no ecrã do telemóvel

Olhe para além dos mais vendidos

Não tenha medo de ir em grande na sua pesquisa. Utilizou algumas das maiores plataformas de redes sociais na sua pesquisa de produtos, então porque não intensificá-la e concentrar-se nos titãs das compras?

Sites como a Amazon, eBay e Alibaba vão dar-lhe algumas ideias fascinantes sobre os hábitos de consumo. Se sabe aproximadamente em que produtos está interessado, pode procurar os mais vendidos por categoria de valor. É um ótimo local para começar.

No entanto, se gosta de olhar para as tendências de compra a um nível mais abrangente, experimente:

  • Novos lançamentos, Termômetro de vendas e as listas de Mais Desejados que são atualizadas diariamente. Aprenda rapidamente quais os artigos mais procurados.
  • Ferramenta do eBay’s Seller Center para empresas. Concebido a pensar nos potenciais vendedores, o segmento ‘como vender’ no neste site irá levá-lo a identificar a procura atual em alguns passos simples.
  • Ranking de Produtos do Alibaba. Um enorme mercado para grossistas e fornecedores, este site classifica de forma útil os atuais produtos em destaque por categoria. Veja o que outras empresas estão a comprar para as suas próprias lojas online.

Não se esqueça de reduzir a sua pesquisa a uma escala mais pequena.

Embora as lojas eCommerce mais pequenas possam não fornecer a perspectiva dos grandes mercados, analisar estas lojas pode, muitas vezes, ser muito mais inspirador.

Comece a sua viagem de comparação fazendo uma lista das marcas que já adora. Existe alguma loja onde tem sempre uma lista de desejos de produtos favoritos na sua conta? 

Se tem produtos em mente para a sua loja ou se já está a vender, anote quem pensa que são os seus concorrentes. Considere quem pode corresponder à sua oferta em termos de estilo, preço e variedade. 

pessoa a fazer compras online com cartão de crédito

Leia as críticas

Revisões negativas podem ser dolorosas de ler mas deve analisar o maior número possível.

Veja as críticas deixadas pelos compradores nas lojas onde as classificações positivas são fundamentais para o sucesso de um vendedor. Pode parecer mau mas pode realmente usar as notas negativas em seu benefício.

Se um cliente deixou mais do que apenas uma classificação de estrelas, a sua avaliação pode conter um feedback inestimável sobre como modificar um produto existente. Tem agora a oportunidade de transformar essa frustração num produto melhor e conseguir vender. 

Não se concentre apenas nos aspetos negativos. As classificações brilhantes também podem iluminar uma ideia de produto. Filtre as classificações em sites como:

  • Amazon, onde a avaliação do cliente médio é um dos principais filtros de pesquisa
  • Etsy, que permite aos compradores ver e deixar notas para os vendedores e para os seus produtos
  • Google, se estiver interessado em compreender como é que uma empresa está a funcionar na sua totalidade

Pode também seguir por um caminho diferente na sua pesquisa pelas críticas.

Se encontrou um nicho de produto que lhe interessa, utilize uma pesquisa simples no Google para ver se a categoria aparece em algum blog ou crítica em revistas.

Não se esquece de levar estas críticas com um pouco de desconfiança. Muitas marcas assinam grandes acordos lucrativos tanto com revistas como bloggers independentes.

Muitas vezes, um comentário positivo para um produto pode ser influenciado por um cheque de pagamento.

Felizmente, este tipo de críticas são regidas de forma bastante rigorosa pelas leis da publicidade. Portanto, não se deixe dissuadir completamente de utilizar este método de pesquisa para ver se há uma audiência para o seu nicho.

4. Pesquisa de Palavras-chave 

Portanto, já tem um produto em mente. Como é que sabe se alguém quer realmente comprá-lo?

Quer pretenda pegar nessa paixão pessoal e ganhar algum dinheiro com ela, quer esteja disposto a saltar este passo e a seguir as tendências populares, a pesquisa por palavras-chave é vital.

Qualquer empresário que pense no futuro deve usar uma função de pesquisa de palavras-chave como um passo principal na procura de artigos vendáveis. Esta é uma forma importante de validar a procura do seu produto e, mais tarde, reduzirá muito o tempo perdido. 

Página de pesquisa do Google no ecrã do tablet

Questões técnicas

Como acontece com qualquer coisa verdadeiramente valiosa para o seu novo negócio, a pesquisa de palavras-chave pode levar algum tempo a compreender e a aperfeiçoar. Para facilitar a sua vida, escrevemos um guia sobre como pesquisar eficazmente as palavras-chave online. 

Embora a compreensão da otimização dos motores de pesquisa seja uma forma segura de conduzir o tráfego e impulsionar o marketing para o seu site, este é um passo que deve procurar fazer como parte da sua pesquisa inicial de produtos.

Google Adwords 

Se sabe exatamente o que quer vender, utilize o Adwords mais tarde no processo de construção da sua loja. Obtenha uma ideia sólida dos custos envolvidos com os seus produtos, depois construa pessoalmente uma grande campanha de marketing. 

Para otimizar a ferramenta enquanto ainda está à procura de inspiração para o produto:

  • Crie uma lista de palavras-chave que pensa que futuros clientes poderão usar para pesquisar os seus produtos, gama, ou loja. Quanto maior e mais estratégica for a lista, melhor. Pense em modificadores: em vez de ‘kit de unhas’, um cliente pode procurar ‘como fazer unhas de gel’.
  • Aceda ao planeador de palavras-chave. Estabeleça uma campanha de marketing de teste e obtenha alguma utilização da ferramenta “descobrir novas palavras-chave”. Passe algum tempo a explorar as suas opções de construção de gama. Clique em ‘obter volume de pesquisa e previsões’ se quiser verificar a popularidade das pesquisas de produtos.

Jungle Scout

Uma das muitas plataformas concebidas como uma ferramenta de pesquisa útil para os aspirantes a vendedores da Amazon, a Jungle Scout pode fornecer-lhe algumas ideias para a sua própria oferta de produtos:

  • Utilize o separador ‘Niche Hunter’. Esta função de pesquisa irá permitir-lhe ver o quão saturado está o mercado para a sua ideia de produto. Introduza algumas das palavras-chave que listou e descubra se valem o seu tempo e investimento.
  • Instale o produto irmão do Jungle Scout, Extension, e valide o mercado para ideias de produtos que gerou usando o Jungle Scout. A pesquisa de produtos na Amazon e no Extension irá trabalhar os números por si. Veja os resultados para os rankings de vendas, preços médios e rankings de procura.

Plataformas sociais

Estamos de volta às plataformas sociais. 

Se não estiver preparado para pensar em futuras campanhas de marketing, os sites de baixo investimento que se concentram em torno de fóruns e partilha de vídeos também produzirão resultados úteis. 

Embora menos específicos e não tão orientados para os dados como o software dedicado à investigação de palavras-chave, as plataformas sociais podem dar-lhe resultados que o podem empurrar para ideias de produtos:

  • Seja inteligente com o YouTube. Pesquise os guias online concebidos para os criadores de conteúdos que se dedicam ao marketing. Isto irá dar-lhe uma ideia de como ser inteligente com a função de pesquisa do YouTube. O mundo consome diariamente 5 mil milhões de vídeos do YouTube e uma grande parte deles são instruções e críticas para novos produtos. 
  • Pesquise pelo Reddit. Já sabe que esta é uma ferramenta surpreendentemente inestimável para a sua pesquisa de produtos. Equipe-se com a sua lista de palavras-chave e volte a entrar no quadro ‘Find it on Amazon’. Entre na complexa rede de fóruns do Reddit e evite perder-se por um dos tópicos mais estranhos.

5. Compreender a logística

Imagine isto: investiu todo o seu tempo na pesquisa de produtos, construiu um belo site e tornou-se um profissional na otimização de palavras-chave.

Investiu numa montanha de produtos para a sua loja e dedicou um canto da sua garagem, uma sala de descanso ou uma cave às caixas.

Dominou completamente a sua presença online. A sua marca está no topo e os seus produtos estão a vender rapidamente.

Encomenda ainda mais produtos para satisfazer a procura e aquele canto com caixas começa a encher a sala.

Depois, a procura abranda e não está a mudar vender tantos produtos como no mês passado. Está cercado por um forte de caixas e a perguntar-se o que é que correu mal.

pilha de caixas

Não se encaixote

Dedicar tempo a pesquisar a logística é um passo essencial quando se trata de descobrir quais os produtos a vender.

Quer tenha encontrado o produto perfeito ou ainda esteja à procura, compensa compreender todos os custos e aspetos técnicos envolvidos no eCommerce.

Conhecer a jornada dos produtos pode realmente influenciar quais os produtos que acaba por vender na sua loja. Nunca se sabe – este passo na sua pesquisa pode dar-lhe a luz que procura.

Reveja todas as opções disponíveis para si como proprietário de uma loja e lembre-se de manter a mente aberta. Pode:

  • Tornar-se um criador. Perfeito para o público em geral e para aqueles interessados em fazer stock produtos de menor escala. Pode alargar o seu alcance vendendo num mercado como o Etsy assim como no seu próprio site.
  • Ter o seu próprio inventário. Assuma o controlo total de todos os produtos que está a vender e estabeleça uma parceria com um centro de distribuição. Pode supervisionar cada passo no processo.
  • Entrar no dropshipping. Este método de logística moderno elimina a necessidade de manter o inventário, os produtos que vende vão diretamente do fornecedor para o cliente. 

O dropshipping soa bem, certo? Pode ser. Mas aprofunde-se um pouco mais sobre método antes de o definir como o único modelo de logística de produto que pretende para o seu site.

Deve equilibrar os prós e os contras ao longo da sua pesquisa de produtos, por isso aplique a mesma lógica ao dropshipping. Os benefícios são óbvios: é fácil de começar, há menos despesas gerais e compromissos e pode escolher entre uma vasta gama de produtos.

Agora as desvantagens. Existem potenciais problemas na cadeia de fornecimento com o dropshipping em que será considerado responsável perante clientes zangados, independentemente de onde se encontre a falha.

Pode ser complicado encontrar um produto de nicho e afastar os concorrentes pelo que pode acabar por comprometer a margem de lucro.

pilha de contentores marítimos

Planear com antecedência

A proteção da margem de lucro será um trabalho a tempo inteiro quando o seu negócio estiver em funcionamento. É sempre importante fazer algum planeamento antecipado. Por isso acrescentar este passo às suas sessões de pesquisa de produtos de eCommerce é inestimável.

Descubra quais os fatores que pode planear enquanto faz a pesquisa de produtos. Ainda não pode rever vendas anteriores mas pode fazer uma lista de produtos potenciais a vender e começar a estimar o retorno do investimento

Talvez a sua pesquisa o tenha levado até ao upcycling de mobiliário. Pintar é o seu passatempo e, neste momento, está em todo o Pinterest. Pode ser uma ideia de produto vencedora mas analisou as seguintes variáveis?

  • O tempo gasto a adquirir ou a fazer produtos. Seja específico em relação a isto. Se está a gastar uma semana inteira a pintar uma bancada, quanto é que essa bancada lhe está a custar na realidade? Muito mais do que aquilo que pagou ao seu fornecedor, isso é certo.
  • Encomendar quantidades. O custo de um produto individual irá geralmente diminuir à medida que a quantidade que compra aumenta. Descubra quanto vale os seus produtos alvo. Pode acabar por comprar demasiado para obter um preço baixo ou gastar demasiado para obter uma quantidade baixa?
  • Financiamento e apoio. O mobiliário é uma categoria de produtos pesados. Precisará de empregar outras pessoas para mudar os seus produtos? Assegure-se de que o seu capital se pode esticar para isso.

Volte aquela  lista de potenciais concorrentes. 

Se tem uma ideia aproximada do que um produto lhe pode custar, veja como a sua concorrência mais próxima está a fixar os preços de itens semelhantes para os clientes.

Esta é uma das formas mais fáceis de estabelecer se pode acabar cobrando além da taxa do mercado por um produto.

É também outra grande oportunidade de ver se o mercado está saturado com a ideia do produto que tem em mente.

Se não consegue bater os seus concorrentes no preço dos produtos que os clientes já conhecem e querem, pode não valer a pena vender na sua loja.

6. Testar tudo

Quer esteja absolutamente decidido a trazer um determinado produto para o mercado ou ainda esteja a analisar as suas opções, coloque os testes no topo da sua agenda de pesquisa.

Este é um passo realmente crucial na pesquisa de produtos que nem todos estarão a utilizar. Pode estar a criar uma loja de eCommerce mas enquanto estiver a oferecer produtos físicos, precisa de saber que são de boa qualidade.

Considere este passo como um exercício de tranquilização. Pode olhar para uma grande variedade de produtos e restringir realmente a sua pesquisa, incorporando testes no processo.

pessoa a tomar notas na secretária

Utilidade

Há mais do que uma forma de testar um produto.

Pense que áreas de produto lhe interessam e comece a usar a etapa de testes para se esforçar ao máximo por quebrá-los. Por vezes, literalmente. 

Deve definitivamente implementar um teste de pressão se tiver uma ideia clara de quais os produtos que quer vender.

E se ainda estiver nas fases iniciais da sua pesquisa, veja quais as técnicas que são mais rentáveis e eficientes em termos de tempo. Não é preciso muito para ter alguns produtos à sua frente ou do seu mercado alvo.

Teste o seu produto

Esta é possivelmente a parte mais agradável da investigação de produtos. Pode ter em mente um mercado-alvo mas também vale a pena armazenar pelos quais tem interesse. 

Se estiver apaixonado pelos itens da sua loja, este será um ponto forte para a sua marca. O seu marketing será mais fácil de fazer se já estiver a utilizar os seus produtos e compreender como obter prazer com eles. 

  • Encomende amostras de produtos. Se já construiu o seu site para se parecer com a loja emocionante que será, os fornecedores poderão estar mais inclinados a enviar-lhe amostras grátis. Caso contrário, o investimento valerá a pena. Lembre-se de manter a comunicação concisa e mostrar às pessoas que compreende o mercado. Mesmo que seja só um pouco.
  • Use e experimente os produtos. O produto é tão bom na realidade como era nas fotos? Passe algum tempo a usá-lo e a testá-lo, veja se este desperta uma ideia para um novo produto e veja se há uma ou duas alterações de design que possa fazer. Sinta-se confiante de que há outras pessoas que o vão comprar.
homem a testar o sabor do café

Teste o seu mercado

Críticas – quem precisa delas? Você precisas, agora mesmo!

Ao longo da sua pesquisa por uma ideia de produto vencedora, o seu mercado-alvo será provavelmente uma das suas principais prioridades. Ou pelo menos uma ideia no fundo da sua mente que pode usar para influenciar o seu perímetro de pesquisa. 

Envolva-se com as pessoas enquanto continua a procurar produtos e o seu feedback pode ser um catalisador para decidir o que armazenar.

Aproveite a oportunidade para testar totalmente a procura de um produto com um mercado alvo:

  • Realizar uma campanha publicitária. Se estiver pronto para colocar algum dinheiro no seu negócio pode experimentar uma campanha no Adwords para verificar as taxas de conversão para o seu site. Isto requer algum conhecimento de marketing. Use os seus contactos para encontrar pessoas que possam ajudar se o mundo do pay-per-click estiver para além das suas capacidades.
  • Venda um lote de produtos. Crie uma mini base de dados de pessoas dispostas a testar a sua oferta de produtos. Certifique-se de que tem o seu site instalado e uma seleção de produtos em stock. Pode ver como os clientes utilizam a sua loja e quais os produtos que saem mais. Não se esqueça de enviar questionários após a realização do teste.

Teste o seu envio

Executar algumas encomendas experimentais é um grande primeiro passo para verificar se está satisfeito com a sua escolha de logística.

Pode mostrar se o envio de produtos é ou não um pesadelo total ou pode ajudá-lo a compreender os compromissos de tempo com o dropshipping.

Ah, dropshipping.

Pode não querer usar este método de logística para a sua loja mas experimentar o dropshipping como parte da sua pesquisa de produtos é um passo muitas vezes sob-valorizado.

  • Use uma gama mais ampla de produtos no seu teste. O baixo investimento e as vantagens do dropshipping significam que pode comercializar uma variedade de itens de uma só vez. Isso é particularmente útil se ainda não tem idéia em que área de produto entrar.
  • Teste uma e outra vez. Ninguém queria chinelos fofos ou t-shirts de banda? Limpe o seu site e comercialize um produto diferente. Não se comprometeu com o inventário,por isso faça uso do dropshipping para ver o que as pessoas vão realmente comprar consigo. Não exagere nas suas reinvenções de marca mas não se esqueça de usar a fundo este passo na sua pesquisa de produtos.

7. Verificar a procura do mercado

Um grande marketing é tudo para uma loja de eCommerce.

Mas tem de o fazer com que seja relativamente fácil comercializar o seu produto. Poderia gastar todo o seu tempo de pesquisa a conceber algo totalmente único para oferecer.

Ou pode saltar diretamente para a última tendência de topo que já está a vender na Amazon.

Qualquer uma das opções pode falhar completamente. Certifique-se de que não lança um produto que é tão especializado que ninguém o quer ou tão popular que está a competir com todos os outros na internet. 

pessoas que fazem compras em loja de discos

Google-o

Considerando todos os muitos métodos altamente técnicos de pesquisa de produtos é fácil esquecer que uma pesquisa rápida no Google ainda lhe dará resultados que pode usar.

Este pode ser um simples passo que funciona como uma verificação de sanidade para o futuro da sua empresa. Depois de toda a pesquisa que gastou tempo fazendo, dificilmente quer lançar produtos que não têm estabilidade no mercado. 

Claro que com um modelo de dropshipping pode mudar de um mercado para outro com o mínimo de transtornos.

No entanto, num mundo ideal, seria bom não ter de entrar numa área de produtos diferente de poucos em poucos meses. 

Experimente isto:

  • Google Trends. Analise a rapidez com que a procura de produtos pode aumentar e diminuir. Use esta ferramenta para verificar o crescimento do mercado mas não confie nela para pesquisa por palavras-chave – em vez disso volte ao passo 4.
  • Pesquisas de mercado para uma visão aprofundada. Utilize estes relatórios para rever previsões de crescimento tangíveis para categorias de produtos específicas. Estes são ótimos para pesquisar quando estiver mais próximo de saber qual o produto que pretende vender.
  • Usar os seus amigos. Adote de imediato uma estratégia de pesquisa para o seu negócio e faça perguntas a pequenos grupos de pessoas sobre os seus hábitos de compra. Esta é uma forma bastante básica mas eficaz de obter resultados que irão ajudar a sua pesquisa.

Obtenha a sua lista de potenciais concorrentes e dê uma vista de olhos sobre a forma como estes comercializam os seus produtos. 

Tome nota dos principais resultados da pesquisa no Google para diferentes produtos, para começar. Utilize um site como o Ahrefs para recolher dados úteis.

Descubra que backlinks as suas marcas favoritas estão usando para comercializar seus produtos  e também para estabelecer líderes de mercado dentro de qualquer categoria que lhe interesse.

Lembre-se que para além de o ajudar a ver em que outros negócios se estão a destacar, a sua pesquisa pode abrir furos nas suas estratégias que pode utilizar.

mulher a tirar fotos de comida do telefone

Pense nos influencers

Um passo crucial para aperfeiçoar a sua futura estratégia de marketing será formar uma equipa com os principais influencers na sua área de produtos. 

Comece a pensar nos influencers como parte da sua jornada de investigação de produtos e, mais tarde, estará familiarizado com a forma de os voltar a utilizar em seu benefício.

Já sabe que algumas pessoas irão fazer marketing de qualquer coisa se forem pagas por isso. Por isso, seja perspicaz na sua pesquisa e veja quem fala constantemente de produtos específicos:

  • Assegure-se de que o seu nicho não é demasiado nicho. Dê este passo para se assegurar de que existe um mercado para entrar, mesmo que seja um mercado pequeno. Pesquise através de hashtags no Instagram ou emparelhando o seu produto com palavras-chave como ‘Perguntas e Respostas’ ou ‘conselhos’ no Google.
  • Mas esteja confiante que também não está a saturar um mercado. Milhões de resultados de pesquisa para um item podem ser um sinal indicador de que ele não é adequado para o seu negócio.
  • Descubra o que as pessoas estão a endossar profissionalmente. Existem ferramentas online como o Heepsy que pode utilizar para localizar com precisão as pessoas e a sua demografia de pesquisa.

Se tiver o tempo do seu lado, comece a seguir um punhado de pessoas nas redes sociais especializadas numa área de produtos que lhe interessa. 

Pode estabelecer a frequência com que as pessoas querem publicar determinados produtos, ver o quão popular é cada publicação e decidir se o público vai compreender o que quer oferecer. 

E se nada estiver a dar certo – o produto é demasiado genérico ou de nicho, o assunto é aborrecido para si – tudo o que precisa de fazer é não seguir em frente e pegar em algo novo. 

Escrito por

Avatar do autor

carlosquintal

Junte-se à conversa

O seu endereço de email não será publicado. Todos os campos são necessários.

Todos os tópicos