Apenas por Tempo Limitado - Poupe até 80 %

+ domínio GRÁTIS por 1 ano

A promoção acaba em:

02 :

14 :

38 :

28

blog Zyro

Todos os tópicos
eCommerce Essenciais Ideias para Negócios Inspiração Marketing

Como Vender num Online Marketplace: 8 Opções

Como vender num online marketplace

Surpreendido com o número de online marketplaces disponíveis neste momento?

Também nós estamos. 

Seja qual for o seu estilo, necessidade ou hobby, existe um mercado que irá vender os produtos que quer.

As compras online são maiores do que nunca, pelo que a parceria com os online marketplaces pode ser uma jogada comercial inteligente.

Mas qual é o mais adequado para o seu negócio? E deve simplesmente lançar a sua própria loja? 

Iremos guiá-lo através de 8 opções para o ajudar a encontrar a melhor plataforma para vender online.

1. Amazon

Vamos começar em grande. 

A Amazon lidera os online marketplaces – é o maior do mundo. Com uma quota de mercado gigantesca, é fácil para qualquer pessoa inscrever-se e vender.

marketplace - página inicial da Amazon

Para que é?

A Amazon começou como uma humilde livraria. Desde então, transformou-se num gigantesco mercado de eCommerce com várias categorias e produtos para quase todas as necessidades.

Dependendo de onde está a vender, pode escolher entre várias categorias, cada uma com as suas próprias diretrizes relativamente aos vendedores. As categorias com melhor desempenho são:

  • Brinquedos e jogos
  • Eletrónica
  • Livros
  • Vestuário e jóias

Onde é popular?

Há muito mais do que um marketplace na Amazon.

Se quiser alargar o seu alcance, esta é uma das melhores plataformas de vendas online. A Amazon é uma marca verdadeiramente global e aloja marketplaces para retalhistas em todo o mundo.

Pode começar a vender para:

  • EUA, onde a Amazon tem 95 milhões de utilizadores que são subscritores Prime.
  • Alemanha, que foi o segundo maior mercado para a Amazon no ano passado.
  • Reino Unido, cujo marketplace tem uma quota enorme da indústria do eCommerce.

Prós da Amazon

A Amazon tem uma configuração bastante sólida no que diz respeito a incluir novos vendedores online. 

Com receitas que se estendem a milhares de milhões de dólares, este é um marketplace que torna fácil e apelativo para as pequenas empresas aderirem e venderem.

A Amazon pode ser o mercado para si se gosta:

  • Da ideia de se tornar global. Pode manter-se local ou expandir-se para mercados internacionais com a Amazon. 
  • De não ter de lidar com a logística. A fantástica ferramenta de fulfillment da Amazon significa que eles cobrem o armazenamento, embalamento, e expedição. Irá também ganhar um crachá Prime.
  • De acompanhar o seu desempenho. Os vendedores podem ver relatórios de vendas individualizados sobre a Amazon, o que é ótimo para a definição de objetivos.
caixa de uma encomenda da Amazon com uma árvore de Natal no fundo

Contras da Amazon

Cada online marketplace tem os seus pontos negativos e a Amazon não é exceção.

Biliões de dólares em receitas não vêm sem um modelo de negócio agressivo. Poderá descobrir que a Amazon é demasiado grande para a sua marca.

Pense se pode lidar com isto:

  • Concorrência intensa. Com mais de 12 milhões de produtos à venda, os marketplaces da Amazon estão cheios de vendedores a vender os mesmos produtos.
  • Padrões de serviço elevados. Terá de responder rapidamente às mensagens dos clientes e os compradores podem filtrar por classificações de estrelas, pelo que terá de brilhar 24/7.
  • Concorrer com a oferta de retalho da própria Amazon. Não é apenas um marketplace – a Amazon também vende os seus próprios produtos.

Taxas na Amazon

A Amazon tem um par de opções para os vendedores interessados em entrar neste gigante site de vendas online.

Se quiser vender menos de 40 produtos por mês, irá pagar uma taxa nominal por artigo vendido. Se vai all-in com as suas vendas na Amazon, irá precisar da adesão Profissional que custa $39.99 por mês.

Com qualquer uma das opções, há algumas taxas de venda adicionais que são de esperar. No entanto, ser um profissional vem com algumas regalias inevitáveis.

2. Etsy

Quer ir como vendedor independente?

O Etsy tem um modelo de negócio muito diferente do da Amazon e é um grande sucesso. No ano passado, este mercado focado no artesanato teve mais de 2.5 milhões de utilizadores ativos a vender no site.

online marketplace - página inicial do Etsy

Para que é?

O Etsy orgulha-se de ser um marketplace criativo. Com artigos únicos e vintage para agarrar, é uma loja excelente para presentes ou compras especiais.

Este é um dos melhores online marketplaces para vendedores com hobbies artísticos ou talentos manuais. Entre as várias categorias de produtos em oferta há:

  • Jóias e acessórios de cabelo
  • Decoração de festas
  • Artigos de artesanato
  • Arte de parede

Onde é popular? 

Pode encontrar o Etsy em quase todo o mundo.

Tanto os vendedores como os compradores podem negociar a partir de um vasto número de locais. O Etsy é um mercado global, pelo que pode estar a enviar os seus ofícios para onde quer que estejam os seus compradores.

Alguns dos locais de topo são:

  • Os EUA, que representam cerca de 65% do tráfego global do Etsy.
  • O Reino Unido, onde Etsy é popular entre as pequenas empresas e os compradores.

Prós do Etsy

Tal como a Amazon, o Etsy tem um espaço dedicado para os vendedores se instalarem com confiança.

Há muita coisa que o pode convencer a começar a ganhar dinheiro com o Etsy. Se está à procura de um marketplace que é focado na comunidade, não procure mais.

Alguns dos benefícios de Etsy incluem:

  • Uma comunidade com o mesmo espírito. Quase se pode garantir que todos os utilizadores ativos no Etsy estão interessados em artes e ofícios.
  • Uma interface fácil e uma configuração rápida. Não há muitos obstáculos a ultrapassar e pode mesmo personalizar a sua montra.
  • Ferramentas de aprendizagem. Pode beneficiar de dicas sobre como vender, conselhos de outros vendedores e muito mais.
Mesa com diverso material de costura

Contras do Etsy

Se estiver pronto para rentabilizar o seu hobby de fazer jóias, talvez queira começar de imediato no Etsy.

Mas verifique os contras primeiro. 

Como todos os online marketplaces, ser um vendedor num site de terceiros não é fácil:

  • Continua a ser difícil destacar-se. Mesmo que os seus designs sejam únicos, a sua marca é um pouco invisível quando está formatada para o Etsy.
  • É um trabalho árduo fazer disto a sua única fonte de rendimento. Sem maneira de dinamizar as suas vendas no Etsy, este é mais um marketplace lateral. 
  • Os seus custos de mão-de-obra podem ser superiores aos seus lucros, especialmente quando está a dar ao Etsy uma parte das suas vendas.

Taxas no Etsy

Ao contrário de alguns marketplaces maiores, o Etsy torna as suas taxas muito claras.

Existem taxas de listagem e taxas de transação. Ser-lhe-ão cobrados $0.20 por produto listado, mais 5% de comissão por cada artigo vendido.

O Etsy também oferece uma opção de subscrição mensal com regalias como montras de loja personalizáveis. Ou pode, em vez disso, aderir gratuitamente.

3. eBay

Este é um mercado com poder de permanência.

Fundado em 1995 e com 182 milhões de utilizadores no ano passado, este é um dos online marketplaces de maior sucesso no mundo.

online marketplace - página inicial do eBay

Para que é?

Conhecido por ser um site de leilões, acrescentando mais tarde a funcionalidade “comprar agora” para aqueles de nós que não estão envolvidos em guerras de licitação, o eBay é um marketplace popular de bens usados.

Mas muito aconteceu em 25 anos e é agora possível iniciar um negócio de venda de produtos novos no eBay. As pessoas adoram comprar:

  • Eletrónica
  • Produtos de saúde e beleza
  • Videojogos
  • Mobiliário 

Onde é popular?

Tal como a Amazon, o eBay alcançou o domínio global e é um nome familiar em todo o mundo.  

Se estiver interessado em vender nesta plataforma, consulte a demografia do utilizador. Como muitos online marketplaces, o eBay apela mais a alguns grupos etários do que a outros.

Os vendedores de topo do eBay estão localizados em:

  • Reino Unido, onde é classificado como um dos principais mercados de eCommerce.
  • EUA, onde o eBay foi fundado e onde estão baseados quase metade dos seus utilizadores.
  • China, que é o lar de alguns dos maiores marketplaces mundo.

Prós do eBay

Um mercado bem estabelecido como o eBay vem com muitas regalias.

Com milhares de milhões de dólares em receitas, esta continua a ser uma plataforma atraente para as empresas que procuram crescer. 

Veja algumas das razões pelas quais o eBay continua a ser um dos principais online marketplaces:

  • Pode diversificar as suas táticas de venda. Aumente os seus lucros utilizando o formato de leilão ou mantenha os seus preços fixos. 
  • Não tem de vender bens usados. Embora ainda seja definitivamente uma opção, mais de 80% dos produtos vendidos no eBay são novos.
  • Tem um alcance global. Tal como com a Amazon, o eBay permite-lhe visar uma das maiores bases de clientes do mundo.
pacote de uma encomenda do eBay nas mãos

Contras do eBay

É inevitável – é claro que há alguns inconvenientes em vender no eBay.

Poderá encontrar uma fórmula vencedora e fazer deste marketplace o seu, mas esteja ciente de que fazer lucro no eBay é um trabalho árduo.

Aqui estão alguns fatores que poderá não adorar:

  • O eBay cobra uma taxa dependente do valor. Esta é 10% do preço de venda de um artigo, o que pode variar muito dependendo do que se vende.
  • A concorrência é feroz. Como seria de esperar da maioria dos grandes online marketplaces, pode ser difícil destacar-se aqui.
  • É necessário um esforço contínuo para manter os seus clientes satisfeitos. Alguns vão querer negociar. Todos vão querer classificá-lo. 

Taxas no eBay

Para além da taxa de transação acima referida, o eBay tem uma longa lista de taxas de venda, dependendo de quem é e com que frequência vende.

Os subscritores podem pagar a partir de $8 por mês como ‘iniciante’ até $350 por mês como ‘profissional’. Pode também pagar taxas de listagem variáveis se quiser implementar atualizações.

4. Zalando

À procura de marketplaces com foco na moda?

O Zalando nasceu em Berlim como retalhista de sapatos. Agora vendendo milhares de produtos para 17 países, tornou-se um dos principais online marketplaces da Europa.

online marketplace - página inicial do Zalando

Para que é?

O Zalando é tudo sobre vestuário. Há quase 2.000 marcas em oferta neste mercado com opções para os compradores tanto em gama baixa como alta.

Tendo obtido mais de 6.5 mil milhões de euros de receitas desde o seu lançamento, a gama Zalando é enorme em escala e popularidade. Oferece:

  • Vestuário para homens, mulheres e crianças
  • Roupa desportiva
  • Marcas de designers
  • Acessórios 

Onde é popular?

O Zalando reportou que 31 milhões de clientes encomendaram no seu site no ano passado.

Embora não esteja à mesma escala que outros sites de vendas online verdadeiramente globais, este é ainda um local extremamente excitante para vender se estiver sediado na Europa.

Dentro do seu raio de 17 países, o Zalando prospera:

  • Na Alemanha, onde a empresa foi fundada.
  • Na Áustria, onde o Zalando é a segunda maior plataforma de eCommerce depois da Amazon.
  • No Reino Unido – não há muitos mercados que os clientes do Reino Unido ainda não tenham aderido.

Prós do Zalando

Sendo um mercado relativamente contido, o Zalando oferece algumas regalias interessantes aos seus vendedores.

Se já é um vendedor dedicado de vestuário ou acessórios de moda, esta pode ser uma opção realmente viável para escalar o seu negócio. 

Poderá gostar de Zalando se está à procura de um marketplace que:

  • Ainda está a crescer em popularidade. Embora já seja internacional, o Zalando tem muito espaço para expandir. E pode apresentá-lo a um grande número de novas audiências.
  • É restrito sobre a alguns vendedores. Já tem de ter uma loja online para ser considerada como uma marca para este marketplace.
  • É útil e informativo. O Zalando tem equipas à sua disposição para o orientar sobre como tornar-se um vendedor e a prosperar.
Escritório do Zalando em Berlim

Contras do Zalando

Talvez já tenha encontrado alguns inconvenientes.

o Zalando é um pouco mais limitado do que outros marketplaces, tanto em termos de alcance como de facilidade de utilização. Embora a sua natureza seletiva seja ótima para limitar a concorrência, pode já o estar a excluir.

Este marketplace não vai funcionar se:

  • Não estiver baseado num dos países onde este vende. Pelo menos, ainda não. Como um negócio massivamente lucrativo, é certo que o Zalando vai se expandir.
  • Não tem uma loja online ou presença da marca. Se é completamente novo a vender online, este não é o marketplace para si.
  • Não concordar com as suas políticas. Cada vendedor deve trabalhar com transportadores aprovados e deve permitir uma janela de devolução de 100 dias.

Taxas no Zalando

Não há taxas para listagens de produtos e nenhuma taxa de comissão se vender produtos no Zalando.

Embora esta seja uma excelente notícia para as suas vendas, este mercado tem critérios de inscrição muito rigorosos, por isso veja antes de se jogar de cabeça. 

5. Bonanza

Este marketplace centrado no vendedor não é definitivamente nenhuma Amazon.

O Bonanza tem feito dos vendedores o seu foco desde a sua fundação em 2007. É um dos marketplaces mais amigáveis que irá encontrar online.

online marketplace - página inícial do Bonanza

Para que é?

O Bonanza tem a mesma vasta gama de produtos que outros marketplaces. Entre os seus 22 milhões de produtos, existem produtos eletrónicos, jogos de vídeo e artigos para animais de estimação. 

Mas este site é mais conhecido pelos seus produtos artesanais peculiares. Com o slogan “tudo menos o ordinário”, o Bonanza trabalha arduamente para se parecer com um marketplace caseiro. Pode vender:

  • Moda feminina
  • Colecionáveis 
  • Decoração de jardim
  • Materiais para animais de estimação

Onde é popular?

Irá alcançar a um público muito mais pequeno no Bonanza do que em marketplaces como o eBay ou o Etsy. 

O site orgulha-se de ter cerca de 5 milhões de visitantes por mês. Não é insignificante mas em comparação com algumas plataformas é de um peixe pequeno.

No entanto, é possível conseguir clientes internacionais. O Bonanza é popular em:

  • EUA, onde o Bonanza foi fundo e de onde provém 75% do seu tráfego. 
  • Reino Unido e Canadá, onde estão baseados muitos vendedores do Bonanza.
  • Espaço exterior, talvez. O Bonanza afirma que vende em 199 países – mais países do que existem realmente no mundo.

Prós do Bonanza

Os vendedores Bonanza de longo prazo referem-se frequentemente ao site como uma versão menos stressante do eBay.

Há algumas vantagens óbvias em vender num mercado mais pequeno e mais peculiar. Para começar, tem mais hipóteses de se destacar.

Os prós da utilização do Bonanza incluem:

  • Integração com as lojas eBay, Amazon e Etsy existentes. Assim, pode vender em vários marketplaces, se preferir.
  • Excelente apoio para os vendedores. O Bonanza coloca as pessoas no seu núcleo, por isso, irá encontrar certamente muitos conselhos, melhores práticas e ideias comunitárias.
  • Liberdade para se expressar. Se é uma alma criativa, este online marketplace permite-lhe encher a sua loja – ou ‘cabina’ – com o que quer que conjugue.
diversos produtos numa loja

Contras do Bonanza

Já sabe que a sua audiência será menor no Bonanza em comparação com outros marketplaces.

Há algumas outras aspetos com as quais se deve familiarizar antes de se inscrever. Sendo uma plataforma mais centrada na comunidade, os utilizadores do Bonanza não se retraem com ao criticar o site.

Entre os contras, poderá reparar que:

  • O tráfego é baixo. Alguns vendedores têm dificuldade em obter tráfego para as suas lojas a menos que a tragam eles próprios ou usem publicidade premium. 
  • Os lucros são baixos. Uma vez que este marketplace é menos rentável, poderá ter de espalhar a sua loja por algumas plataformas para ganhar dinheiro.
  • As montras são um não-e-não. Os vendedores não têm grande oportunidade de se destacar nas suas páginas de venda, à semelhança de outros mercados.

Taxas no Bonanza

Não terá de pagar para publicar os seus produtos no Bonanza, apesar de cobrarem taxas sobre o valor das vendas mais taxas pela publicidade.

Os utilizadores podem também inscrever-se em diferentes modelos de subscrição como em marketplaces como o Etsy. Pagando de $25 a $170 por mês, poderá beneficiar de uma gama de extras.

6. Newegg

Não estás nas artes e no artesanato?

Newegg.com é um dos principais online marketplaces para os compradores com conhecimentos técnicos. Com mais de 40 milhões de membros a aderir desde 2001, o retalhista tem uma plataforma dedicada a vendedores de terceiros.

online marketplace - página inícial do Newegg

Para que é?

O Newegg é uma loja de material informático e eletrónico no seu núcleo. 

Este é um marketplace para profissionais. Os compradores podem pegar em peças e  componentes e descarregar software. Contudo, o Newegg ainda está a expandir a sua gama.

A partir do seu índice sempre crescente, pode encontrar neste momento:

  • Ferramentas de melhoramento doméstico
  • Aparelhos de cozinha
  • Roupa desportiva
  • Vestuário

Onde é popular?

O Newegg atingiu mil milhões de dólares em vendas anuais até 2004 e começou a expandir-se a nível mundial pouco tempo depois.

Como vendedor, o seu negócio estará exposto a até 20 países neste marketplace. Esse alcance global poderá ajudá-lo a diversificar a sua gama.

O Newegg está disponível como marketplace em:

  • Canadá, onde a expansão ajudou o Newegg a gerar 2 mil milhões de dólares em vendas anuais.
  • Austrália e Nova Zelândia, onde o marketplace foi lançado em 2015.
  • China, que tem mercados massivos de compra e venda de acessórios tecnológicos.

Prós do Newegg

Parece tudo fantástico, certo?

E é sem dúvida se estiver preparado para montar a sua loja no marketplace de forma rápida e fácil.

O Newegg mantém-se  atento aos marketplaces concorrentes para assegurar que oferece um serviço superior aos seus vendedores. Irá gostar se estiver atrás de:

  • Facilidade na logística. A funcionalidade Enviado pelo Newegg (SBN) permite-lhe entregar a logística ao marketplace, independentemente do tamanho da sua loja.
  • Apoio aos pequenos negócios. Tal como outros marketplaces, irá encontrar guias úteis para impulsionar as suas vendas e apoiar os seus esforços.
  • Diversidade de gamas. Embora este marketplace atraia especialistas em tecnologia, existe também uma procura comprovada de produtos não tecnológicos.
telemóvel, relógio e outros acessórios em vermelho

Contras do Newegg

Embora agora se possa armazenar vestuário no Newegg, ainda está a vender a clientes que sabem realmente o que estão à procura.

Este marketplace é tão competitivo como os outros e se estiver apenas interessado em obter um lucro rápido, este pode não ser o lugar ideal para si. 

Considere se consegue lidar com:

  • Clientes conscientes da marca. Se o seu modelo de negócio é vender produtos desconhecidos ou sem marca, escolha outro marketplace.
  • Variar as taxas de comissão. Dependendo inteiramente da categoria em que o seu produto se insere, poderá estar a pagar entre 8% e 15%.
  • Padrões elevados. O Newegg espera que os seus retalhistas forneçam excelentes níveis de serviço ao cliente e que passem também num teste de rastreio.

Taxas no Newegg

Sabe que irá pagar comissão pela venda de cada produto mas o que mais existe?

Tal como com outros marketplaces, diferentes níveis de subscrição desde $0 até $100 por mês dar-lhe-ão diferentes oportunidades. 

7. Zazzle

Os marketplaces não precisam de ter um ‘z’ nos seus nomes para serem bem sucedidos, mas parece ajudar.

O Zazzle tem uma receita estimada de $75 milhões e com a sua proposta de valor única, pode ser um grande marketplace para o seu negócio.

online marketplace - página inícial do Zazzle

Para que é?

O Zazzle é um online marketplace para designers, retalhistas e compradores que gostam de usar a sua imaginação.

Com tecnologia de impressão a pedido e uma lista sempre crescente de categorias de produtos, este site de eCommerce coloca a personalização na linha da frente. 

Os produtos que se podem personalizar incluem:

  • Papelaria
  • Capas para telemóveis
  • Presentes
  • Impressões artísticas

Onde é popular?

O Zazzle tem mais de 30 milhões de visitantes no seu site todos os meses, pelo que lhe é garantida a entrada de alguns clientes internacionais. 

Com sede na Califórnia, o marketplace tem compradores:

  • nos EUA, onde a grande maioria dos utilizadores do Zazzle estão baseados.
  • no Canadá e Reino Unido, como muitos outros marketplaces baseados no artesanato.
  • na Europa como um todo, onde o Zazzle parece estar a expandir-se como uma marca.

Prós do Zazzle

Se é um criador que está interessado em aumentar as suas competências e aumentar o seu público, este é um excelente marketplace para si. 

O Zazzle tem um site dedicado aos seus criadores, dando-lhe um índice completo sobre como criar e capitalizar as vantagens que este online marketplace tem para oferecer como por exemplo:

  • Uma cadeia de abastecimento simplificada. O Zazzle não se vê a si próprio como um site de listagens e encarrega-se da expedição para que se possa concentrar na produção.
  • Imensas opções de produtos. Quer imprimir numa caneca? Feito. Deseja produzir vestuário? Vá em frente.
  • Aquele alcance global tão importante. Todos os online marketplaces mais poderosos têm apelo mundial.
Caneca e portátil sobre uma mesa

Contras do Zazzle

O Zazzle não vem sem os seus inconvenientes.

Com um serviço de impressão a pedido que abrange qualquer número de produtos estranhos e malucos, terá de estar ciente do que não funciona neste online marketplace.

Os vendedores notam os seguintes pontos negativos:

  • Qualidade questionável, por vezes. Como vai entregar a impressão aos fabricantes do Zazzle, não pode permanecer no topo da qualidade.
  • Lucros mais baixos, consistentemente. Devido  royalties variáveis, também poderá querer manter o seu negócio online noutro local.
  • Concorrência feroz, normalmente. Todos os marketplaces vêm com retalhistas independentes a fazer a mesma coisa e ao mesmo preço.

Taxas no Zazzle

Se estiver inscrito como criador, a Zazzle exige uma comissão de 30% sobre as suas vendas. Isto é semelhante a outros mercados de arte, tanto online como offline.

Há também taxas de envio que os fabricantes têm de cobrir, por isso certifique-se de que está claro o que este mercado espera de si antes de começar a vender.

8. O seu próprio site

Vamos admiti-lo. 

Pensamos que pode ter tanto sucesso como os vendedores dos online marketplaces – se não, mais sucesso – se começar a vender no seu próprio site.

online marketplace - página inícial do Zyro

Para que é?

A escolha é sua. Ao ter a sua própria loja online é o seu próprio patrão.

Esta é a forma mais fácil de mostrar a sua marca, os seus produtos e a sua proposta de serviço. Dê aos clientes uma boa história e está pronto para partir.

Aqui estão algumas ideias se estiver encalhado:

  • Venda a sua fotografia. Quer que as pessoas paguem uma comissão pelo seu trabalho? Crie um site que funcione como galeria para as suas fotografias.
  • Venda a sua pastelaria. Se normalmente faz isto para família e amigos ou para diversão, pense em criar uma loja. Rentabilize este hobby.
  • Venda os teus produtos em dropshipping. Os online marketplaces não são as únicas plataformas onde pode desviar o lado logístico do eCommerce.

Onde é popular?

Tornar o seu site numa marca global está nas suas mãos – ou nas mãos de um profissional em SEO, se optar por contratar um.

Recomendamos que faça alguma pesquisa ao seu mercado-alvo antes de se atirar de cabeça no mundo do retalho online. Poderá encontrar onde e como começar ao:

  • Fazer pesquisa de palavras-chave. Faça uma lista de todas as palavras que pensa que as pessoas irão usar para encontrar o seu site de eCommerce. Veja o quão valiosas são. 
  • Verifique os seus concorrentes. Descubra onde eles prosperam, quanto custam os seus produtos e se as suas vendas reflectem as suas estratégias.
  • Pergunte por aí. O sucesso online pode ser medido offline. Inquira os seus amigos e faça uma encomenda experimental. Veja se a sua configuração logística está a funcionar.

Prós do seu próprio site

Trocar os online marketplaces pelo seu próprio site pode parecer assustador.

Mas nunca foi tão fácil encontrar um domínio e construir uma loja para os seus próprios produtos. Vai juntar-se a retalhistas de todas as formas e tamanhos e esta é uma ótima opção se não conseguir encontrar um marketplace que se adequa às suas necessidades.

Aqui estão alguns prós a construir uma loja online em vez de se juntar a um online marketplace:

  • Está encarregue das suas vendas. E de todos os aspetos do processo de vendas. Pode subcontratar a expedição se quiser, ou fazê-lo por si mesmo.
  • Não estará a competir com outros vendedores. Todos os marketplaces online são difíceis de se destacar mas o seu próprio site é completamente dominado por si.
  • Gerir as categorias de produtos. Prepare uma tabela de conteúdos que funcione para si. Deseja acrescentar uma nova categoria de produto? Isso depende de si.
Portátil com uma loja online com um sofá amarelo

Contras do seu próprio site

Manter-nos-emos equilibrados e faremos passar por alguns potenciais contras.

Há fatores decisivos a considerar antes de ir diretamente para a construção da sua própria loja online. Pode não resultar para si, especialmente se:

  • Tende a não planear primeiro. Com um online marketplace, está a estabelecer parcerias com retalhistas que têm os seus próprios planos de negócio. Não que saiba sempre quais eles são.
  • Não tem uma audiência como alvo. Os online marketplaces expõem-no instantaneamente a vários milhões de utilizadores ativos. Isto se eles repararem em si.
  • Quer pagar comissões sobre as suas vendas. Se estiver disposto a fazer cedências e a desembolsar dinheiro para facilitar a sua utilização, poderá preferir os online marketplaces.

Taxas no seu próprio site

Isso depende de onde constrói o seu site.

Podemos falar sobre o Zyro, onde a criação de uma loja online irá custar tão pouco como $8.99 por mês. Os custos mensais de alojamento são de $29.99 em média. 

Irá precisar de construir o seu inventário como faria se estivesse a vender num online marketplace. Não haverá qualquer taxa de venda para listagens de produtos ou vendas – você decide para onde vão os seus lucros.

Mercado ou loja isolada?

Não consegue decidir?

Não tem de decidir. O fantástico de ter a sua própria loja online é que pode levá-la para qualquer lugar.

Se montar o seu negócio com o seu próprio site, também pode optar por fazer parcerias com online marketplaces

A maioria dos mercados de renome não exigirá exclusividade ao seu negócio. A menos que se especialize numa categoria de produtos como pintura ou escultura, é provável que consiga vender os seus produtos de forma cruzada.

Com uma loja online, pode também maximizar as suas vendas integrando-se com as redes sociais. Os retalhistas, grandes e pequenos, tiram partido de múltiplas plataformas, por isso não deixe de o fazer.

Escrito por

Avatar do autor

André Quintal

Copywriter focado em trazer as melhores dicas e truques para todos os interessados em desenvolver um negócio online poderem alcançar o seu potencial. Para além da sua paixão pela escrita, André, passa o seu tempo a viajar e a descobrir novos países e culturas.

Junte-se à conversa

O seu endereço de email não será publicado. Todos os campos são necessários.